top of page

Prefeito mobiliza órgãos de Maricá e abre escolas como ponto de apoio a desalojados

Rio de Janeiro, 07/02/2023

Por Redação GBNEWS

Foto: PMM

Secretário de Defesa Civil Fabrício Bittencourt, prefeito Fabiano Horta e secretário de Governo João Maurício comandam as ações em todos os cantos de Maricá


O prefeito de Maricá, Fabiano Horta (PT), fez um pronunciamento pelas redes sociais agora a noite para tranquilizar a população em relação às chuvas que atingem a cidade. Maricá entrou em estágio de Alerta Máximo devido ao registro de chuva forte nas últimas horas e há diversos pontos de alagamento nas ruas. Agentes da Secretaria de Proteção e Defesa Civil de Maricá permanecem de prontidão 24 horas pelos números 199, 2637-1999 e 97000-5782 (WhatsApp) e seguem em atendimentos a ocorrências, em apoio à população. O prefeito mobilizou todos os órgãos e abriu as escolas municipais para funcionarem como pontos de acolhimento aos desalojados, sendo o Centro Educacional Municipal Joana Benedicta Rangel (Av. Nossa Senhora do Amparo, 240, Centro) como principal abrigo de referência. A escola Joana Benedicta já conta com apoio de profissionais das secretarias de Educação, Assistência Social, Habitação e Direitos Humanos para atendimento aos abrigados. A sede da Defesa Civil está funcionando como base operacional para os primeiros socorros. Equipes da Companhia de Saneamento de Maricá (Sanemar), autarquia Serviços de Obras (Somar), Guarda Municipal e Secretaria de Ordem Pública e de Trânsito e Engenharia Viária estão nas ruas auxiliando o trabalho da Defesa Civil e atuando para a liberação dos alagamentos das vias. “Sofremos uma carga muito forte nesse fim de tarde em Maricá. Os volumes foram próximos dos 200mm, uma chuva muito intensa atingiu a nossa Maricá. O importante nessas horas é tranquilizar a população, por isso, nossas equipes estão nas ruas e atendendo aos chamados. Reitero que todas as escolas municipais estão abertas para atenderem aos desalojados e o Centro Educacional Municipal Joana Benedicta Rangel, no Centro, funcionará como o principal abrigo para desalojados. É importante que, nessa hora, o contato com a Defesa Civil - por meio do 199 - para que possamos realizar os atendimentos aos chamados. Vamos, juntos, vencer esse momento e mais uma forte chuva que atinge o nosso município”, disse o prefeito Fabiano Horta. Aulas suspensas A Secretaria de Educação suspendeu o início do ano letivo que seria nesta quarta-feira (08), para que todas as 65 escolas municipais funcionem como como pontos de apoio e abrigo para desalojados. A nova data de volta às aulas será remarcada e anunciada nos próximos dias.


Comments


bottom of page