top of page

Maricá prossegue com a vacinação contra a gripe

Rio de Janeiro, 05/4/2022

Por: Redação GBNEWS

Fotos: Marcos Fabrício

Com o calendário dividido entre os grupos prioritários por semana, a Secretaria de Saúde de Maricá, prossegue com a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza. A aplicação das doses acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h em todas as 24 Unidades de Saúde da Família (USF). O “dia D” de mobilização está previsto para 30 de abril. Esta primeira semana de vacinação segue até sexta-feira (08) e é destinada aos idosos com 80 anos ou mais, residentes de instituições de longa permanência; além de trabalhadores de saúde com 60 anos ou mais em qualquer unidade de saúde; e trabalhadores de saúde da rede pública de qualquer idade, vacinados em seu local de trabalho.

A aposentada Iza Nogueira, de 82 anos, aproveitou o primeiro dia e já garantiu a sua dose. A idosa disse estar aliviada após a vacinação e deixou um recado descontraído. “Estou feliz e espero que outras pessoas que tenham a minha idade se vacinem. Não adianta ter dinheiro no bolso e ficar em cima da cama sofrendo porque não tomou a vacina. Todos têm que tomar para viver mais um pouco. Se Deus quiser vou passar dos 90 anos”, brincou.

A profissional de saúde Simone Gomes, de 47 anos, atua na Unidade de Saúde da Família Central e recebeu a vacina no próprio local de trabalho. Ela convidou a todos que fazem parte do público alvo a aderirem a campanha. “É fundamental a gente se vacinar porque precisamos nos prevenir desta doença. Inclusive, indico para minha família e amigos. Estejam atentos aos canais de divulgação da Prefeitura quanto à faixa etária e dias de vacinação”, destacou. Saiba quais são os grupos prioritários Estão incluídos no grupo prioritário definido pelo Ministério da Saúde para receber a vacina: idosos; crianças de seis meses a quatro anos, 11 meses e 29 dias; gestantes e puérperas; pessoas com comorbidades e trabalhadores da saúde. Também fazem parte do público alvo os povos indígenas; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário urbano e de longo curso; professores de escolas públicas e privadas; pessoas com doenças crônicas ou imunidade baixa. A meta é imunizar 90% deste grupo. “A vacinação contra a gripe é fundamental e começa nesta época do ano justamente para antecipar ao inverno, época com maior incidência da doença. Dessa vez, a vacina também irá proteger os mais vulneráveis do vírus H3N2, que contaminou muitas pessoas no final do ano passado. Por isso, se faz parte do público alvo, compareça a unidade de saúde mais próxima para proteger a si e aos outros do seu convívio”, destacou a subsecretaria da Rede de Atenção Ambulatorial e Saúde Coletiva de Maricá, Cláudia Rogéria de Lima. Confira o calendário de vacinação completo

4 a 8 de abril – Idosos com 80 anos ou mais; residentes de instituições de longa permanência; trabalhadores de saúde com 60 anos ou mais em qualquer unidade de saúde; trabalhadores de saúde da rede pública de qualquer idade em seu local de trabalho. 11 a 15 de abril – Idosos com 70 anos ou mais; trabalhadores de saúde com 60 anos ou mais em qualquer unidade de saúde; trabalhadores de saúde da rede pública de qualquer idade em seu local de trabalho. 18 a 20 de abril – Idosos com 65 anos ou mais; trabalhadores de saúde com 60 anos ou mais em qualquer unidade de saúde; trabalhadores de saúde da rede pública de qualquer idade em seu local de trabalho. 25 a 29 de abril – Idosos com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde com 60 anos ou mais em qualquer unidade de saúde; trabalhadores de saúde da rede pública de qualquer idade em seu local de trabalho. 2 a 6 de maio – Crianças de 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias; gestantes e puérperas. 9 a 13 de maio – Demais grupos prioritários de 50 a 59 anos; repescagem geral. 16 a 20 de maio – Demais grupos prioritários de 40 a 49 anos; repescagem geral. 23 a 27 de maio – Demais grupos prioritários de 30 a 39 anos; repescagem geral. 30 de maio a 3 de junho – Demais grupos prioritários de 5 a 29 anos; repescagem geral. Documentos necessários: Para receber a dose, as pessoas que fazem parte do público alvo devem comparecer às unidades de saúde levando carteira de identidade e outros comprovantes, de acordo com os grupos a que pertencem: trabalhadores da Saúde, da Educação ou do transporte rodoviário devem apresentar identidade profissional ou crachá; crianças de 6 meses até 4 anos, 11 meses e 29 dias, o cartão de vacinação; pessoas com doenças crônicas (a partir de 5 anos de idade), a solicitação médica, com indicação da doença; as puérperas, a certidão de nascimento do bebê ou cartão do pré-natal ou cartão de vacinação do bebê; e as gestantes só precisam declarar que estão grávidas.


ความคิดเห็น


bottom of page