Pezão tira licença médica e Dornelles assume o governo do Rio


O vice-governador Francisco Dornelles (PP) assume novamente o governo do Estado do Rio de Janeiro. O titular Luiz Fernando Pezão (PMDB) anunciou nesta sexta-feira (14/7), em meio à crise que assola do estado, que se afastará por uma semana do cargo para tratar da sua saúde. Será no período de 16 a 23 de julho. Pezão apresenta problemas relacionados à diabetes e aumento de peso, entre outros.


Por conta das negociações para a adesão do estado no plano de recuperação fiscal junto à União, Pezão tem passado os últimos meses viajando regularmente para Brasília para conseguir a aprovação do projeto.


Esta semana, estado e governo federal chegaram a um consenso quanto às pendências que impediam a assinatura do Regime de Recuperação Fiscal (RRF). Falta agora somente a publicação de um decreto presidencial que regulamenta a lei federal, o cálculo do fluxo de caixa de 2017 e dos próximos anos, entre outras medidas burocráticas. Em seguida, o governo do Rio pode pedir a adesão ao RRF.


Esta é a segunda vez que Dornelles assume o governo. Ano passado, Pezão se afastou por oito meses para tratar um linfoma não-Hodgkin. O câncer foi diagnosticado em março e o governador realizou seis ciclos de quimioterapia durante o tratamento.