top of page

Violência contra a mulher é tema de peça teatral em Maricá

Rio de Janeiro, 20/9/2022

Por Redação GBNEWS

Fotos: Anselmo Mourão

Foi apresentado nesta terça-feira (20) em Maricá a peça de teatro “Até Quando”, que chamou a atenção para as formas de violência contra a mulher, em exibição gratuita na sede da Casa dos Conselhos, no bairro Boa Vista. Encenada pelo grupo Marincanto de Teatro das Oprimidas, a peça apresentou as diversas fases da opressão, que muitas vezes resulta em feminicídio e abuso infantil, e também falou sobre o silêncio da sociedade frente a esses casos.


O espetáculo discutiu ainda a formação da elite patriarcal com o reforço de estereótipos de gênero construídos desde a infância até os recorrentes casos de violência que esses padrões acarretam. As possíveis soluções para enfrentamento do problema foram discutidas em rodas de conversa junto com o público.


O presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Misael Santos, ressaltou a importância de tratar de um tema tão delicado. “O teatro tem esse poder de aproximar a população e explicar a dimensão que esse problema tem, abordando também a importância de denunciar esses casos”, afirmou.

A criadora do Teatro das Oprimidas, Barbara Santos, disse que o grupo teatral surgiu da necessidade de desenvolver produções nas quais as mulheres não fossem culpabilizadas pelas violências machistas que enfrentam. “Queremos ampliar a participação de artistas-ativistas como facilitadoras desses processos de produção e do diálogo com o público”, destacou.


O estudante de assistência social, Yago Teixeira, falou sobre o espetáculo e as diferenças de tratamento que existem em muitos assuntos entre mulheres e homens. “A peça trouxe a identidade de gênero, o feminicídio, a diferenciação do tratamento, que muitas vezes coloca a mulher como subserviente. O espetáculo nos faz refletir sobre a necessidade de mudança”, finalizou.


Opmerkingen


bottom of page