Convenção do PR oficializa Marcelo Delaroli como vice de Romário

O presidente regional do PR, deputado federal Altineu Côrtes, comandou na manhã deste domingo (05), a convenção que oficializou o nome do deputado federal Marcelo Delaroli como vice-governador na chapa encabeçada pelo senador Romário Faria (Podemos). Os dois parlamentares não pouparam críticas ao ex-prefeito do Rio, Eduardo Paes (DEM) que tem amigos presos por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha

 

                                                                                                                                   fotos Agência GBNEWS

                                                 PR do Rio oficializou o nome de Marcelo Delaroli como vice na chapa de Romário para o governo do estado

 

"Romário tem história de vida. Vem de família humilde, fez um mandato de deputado federal espetacular, se elegeu senador e não tem seu nome envolvido em situações que  desabonem. Esta será a eleição da virada e o vice Delaroli também vem de família humilde, de gente trabalhadora", disse Altineu Côrtes que é pré-candidato a reeleição.

 

O encontro aconteceu no auditório Álvaro Valle, na sede do PR no Centro do Rio, que ficou lotado de pré-candidatos a deputados estaduais e federais, lideranças partidárias e correligionários. O ponto alto foi a fala do pré-candidato a vice governador Marcelo Delaroli.

 

"Maricá tem belas praias, lagoas, rios, serras,  povo ordeiro e trabalhador. Não aceito que pessoas esculachem a minha cidade como aconteceu num telefonema com um amigo íntimo", disse o pré-candidato republicano.

 

Marcelo Delaroli (foto) se referia ao telefonema gravado pela Operação Lava Jato, com autorização do juiz Sergio Moro, onde o então prefeito do Rio Eduardo Paes dizia para o ex-presidente Lula que Maricá é um local de merda.

 

"Se falou assim de Maricá que recebe R$ 1,5 bilhão de royalties do petróleo, imaginem o que ele não deve falar dos outros municípios menores, que não têm o mesmo poder financeiro? Ele (Eduardo Paes) acha que o povo é bobo. Foi para Nova Iorque com a família, voltou para disputar a eleição em outubro, vai perder e retornar aos Estados Unidos. Eu continuo no Estado. Continuo morando em Maricá", afirmou Marcelo Delaroli que também falou dos problemas que o Rio de Janeiro vem enfrentando como nas áreas financeiras, de segurança, saúde e habitação.

 

Muito aplaudido, Marcelo Delaroli destacou que assim que seu nome foi anunciado na aliança com Romário, o ex-prefeito do Rio numa foto com o prefeito petista de Maricá, disse que tinha errado uma vez (ao chamar Maricá de local de merda) e que não podia errar a segunda (se referindo a uma possível aliança com Delaroli).

 

"Digas com quem andas, que direi quem és", concluiu Marcelo Delaroli referindo-se aos amigos de Eduardo Paes, Lula, Sergio Cabral, Eduardo Cunha, Paulo Mello e outros que estão presos ou que ainda serão encarcerados pela Operação Lava Jato.

 

Como a convenção do PR estava marcada para o último domingo e foi adiada para hoje, o senador Romário (Podemos)  não pode comparecer ao encontro porque tinha agenda inadiável.

 

 

 

 

                                                                      Soraya Santos, Altineu Côrtes e Marcelo Delaroli

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino