Operação Cegonha do Procon autua 25 lojas no Shopping Tijuca

Ação visa o dia das Mães e começou nessa segunda-feira

fotos Procon Estadual

O Procon Estadual, nesta quarta-feira (09), realizou mais uma etapa da Operação Cegonha no Shopping Tijuca, localizado no bairro de mesmo nome na Zona Norte do Rio. O objetivo da operação é vistoriar lojas tendo em vista o Dia das Mães, que será comemorado no próximo domingo. Nesta ação, foram fiscalizadas 61 lojas e 25 foram autuadas.

Os fiscais constataram que 19 das 25 lojas autuadas não exibiam os preços em alguns de seus produtos expostos à venda. São elas: Maria Filó; Mahogany; Taco; Cyclone; Garimppo; Mr. Cat; TNG; Mmartan; Scala; Carol Ferrera; Karamello; Catran; Salinas; Óticas Zoom; Lulean Jóias; Morana; Cia do Terno; Dudalina e Lakrizia.

Não foram encontradas irregularidades nos seguintes estabelecimentos: Óticas Carol, Leelo, Wollner, La Parfum, Stroke, Forever 21, Soulier, Fast Shop, Bibi, Hering, Bijoutery, Centauro, Polishop, Contem 1g, Millenium Jóias, Saraiva, Vivo, Aquamar, V9, Leader, Armadillo, Afghan, New Ótica, Opção, Werner, Sunglass Hut, Alphabeto, My Place, Kopenhagen, Les Chemises, Aviator, Zinzane, AbraCasa, Bagaggio, L´Equipe e Levis.

Balanço da Operação Cegonha

1 – Maria Filó: Ausência de preços nos produtos expostos à venda.

2 – Mahogany: Ausência de preços nos produtos expostos à venda.

3- Maria Emília: Ausência do Livro de Reclamações.

4 – Spicy: Ausência de Alvará de funcionamento.

5 – Taco: Ausência de preços nos produtos expostos à venda. Ausência de cartaz que informa o telefone e endereço do Procon.

6 – Cyclone: Ausência de preços nos produtos expostos à venda.

7 – MAC: Ausência de Alvará de funcionamento.

8 – Garimppo: Ausência de Alvará de funcionamento. Ausência de preços nos produtos expostos à venda. Ausência do Livro de Reclamações. Ausência de cartaz que informa o telefone e endereço do Procon.

9 – Mr. Cat: Ausência de preços nos produtos expostos à venda. Ausência de cartaz do Livro de Reclamações.

10 – TNG: Ausência do Livro de Reclamações. Ausência de preços nos produtos expostos à venda. Ausência de cartaz que informa o telefone e endereço do Procon.

11 – Mmartan: Ausência do Livro de Reclamações. Ausência de preços nos produtos expostos à venda. Tamanho do valor do preço da parcela maior do que o valor do preço à vista, induzindo em erro o consumidor.

12 – Óticas do Povo: Tamanho do valor do preço da parcela maior do que o valor do preço à vista, induzindo em erro o consumidor.

13 – Scala: Ausência de preços nos produtos expostos à venda.

14 – Carol Ferrera: Ausência de preços nos produtos expostos à venda. Ausência do Livro de Reclamações.

15 – Karamello: Ausência de preços nos produtos expostos à venda.

16 – Catran: Ausência de preços nos produtos expostos à venda.

17 – Salinas: Ausência de preços nos produtos expostos à venda. Ausência de Alvará de funcionamento.

18 – Óticas Zoom: Ausência de preços nos produtos expostos à venda.

19 – Lulean Jóias: Ausência de cartaz que informa o telefone e endereço do Procon. Ausência de cartaz do Livro de Reclamações. Ausência de Alvará de funcionamento. Ausência de preços nos produtos expostos à venda.

20 – Renner: Ausência do Livro de Reclamações.

21 – Morana: Ausência de preços nos produtos expostos à venda.

22 – Cia do Terno: Ausência de preços nos produtos expostos à venda.

23 – Dudalina: Ausência de preços nos produtos expostos à venda. Ausência de cartaz do Livro de Reclamações.

24 – Lakrizia: Ausência de preços nos produtos expostos à venda.

25 – THT: Ausência do Livro de Reclamações. Ausência de cartaz que informa o telefone e endereço do Procon. Ausência de cartaz do Livro de Reclamações.