Garotinho em liberdade volta a atacar

Com o alvará de soltura nas mãos, o ex-governador Anthony Garotinho continua o mesmo político polêmico. Quem esperava por alguém mais cauteloso após uma condenação e prisão domiciliar, foi surpreendido na noite de ontem em Campos dos Goytacazes. Em frente a sua casa no bairro da Lapa, bem ao seu estilo, Garotinho foi contundente e voltou a levantar questões graves

Foto: Estadão

DENUNCIAS E APOIO


“Não houve um dia sequer sem que muitas pessoas tivessem aqui diante da minha casa. Sempre tinha alguém. Muito obrigado de todo coração a todos vocês.

Nesses 40 anos de jornalismo, me dediquei a fazer jornalismo investigativo e botei muita gente grande atrás das grades. Vocês sabem que boa parte das coisas que eu revelei, algumas já tiveram consequências, como a prisão de Sérgio Cabral.


Tudo que o Ministério Público Federal tem hoje, foi apresentado muito antes em meu blog. Denúncias como as de Sérgio Cortes, a venda das Olimpíadas e muito mais”.


Ao final, o ex-governador votou a falar em fraude na eleição de Campos e sobre suas denuncias nas corregedorias da Polícia Federal e do Ministério Público, além do Conselho Nacional de Justiça.


Garotinho cumpria prisão domiciliar desde o último dia 13, após ser condenado a nove anos e 11 meses na ação do caso Chequinho, mas sua prisão foi revogada pelo TSE na terça-feira por 4 votos a 2.