top of page

Porto Maravilha ganha espaço imersivo sobre a Baía de Guanabara

Rio de Janeiro, 27/01/2023

Por Redação GBNEWS

Fotos: Divulgação

As escolas públicas fluminenses contam com um novo espaço de aprendizado no ano letivo de 2023: a Sala Baía de Guanabara, que fica na sede da Águas do Rio, na região do Porto Maravilha. O espaço imersivo oferece aos jovens uma oportunidade de conhecer a vida marinha da baía e trazer reflexões sobre os desafios de recuperar um dos mais belos ecossistemas do planeta. O Dia Mundial da Educação Ambiental é comemorado em 26 de janeiro.


A iniciativa faz parte do trabalho de conscientização ambiental que a concessionária realiza desde o início de sua operação, através do Saúde Nota 10, programa que realiza ações lúdicas em escolas com temas como a importância do saneamento básico e a proteção da natureza. Em pouco mais de um ano, o projeto já impactou mais de 50 mil crianças, 2.300 professores, de aproximadamente 300 de escolas, da rede pública de ensino.


A mostra, que usa imagens da Baía de Guanabara e seu entorno, feitas pelo Instituto Mar Urbano, do biólogo Ricardo Gomes, foi especialmente criada para receber a população, através do programa “De Portas Abertas” da concessionária. Mas antes de receber quem passeia pelo Boulevard Olímpico, a exposição será direcionada para os alunos das redes públicas. Eles terão a oportunidade de mergulhar no ecossistema da baía, com seus desafios ambientais e ver que também há muita vida neste patrimônio natural.

"A recuperação da Baía de Guanabara é o principal projeto de contribuição ambiental da Águas do Rio e é um marco mundial. Mas para alcançarmos o nosso objetivo final, de uma baía limpa, precisamos da mobilização de todos. E sabemos que para se envolver as pessoas precisam conhecer. Queremos trazer a população, principalmente os mais jovens, para este projeto, pois acreditamos que ele será realmente transformador. E esta mostra, com imagens incríveis, será a nossa dose diária de motivação e conscientização para fazermos a diferença através do nosso trabalho”, destacou o presidente da Águas do Rio, Alexandre Bianchini.


Documentário Raias da Guanabara


Junto com a exposição, a concessionária apoia o lançamento do documentário “Raias da Guanabara”, do biólogo Ricardo Gomes, que mostra o mundo subaquático das sete espécies de raias que vivem na baía. As imagens têm mergulhos em diversos pontos do ecossistema, desde o costão do Pão de Açúcar, na Urca, até a Ponte Rio-Niterói e a Praça XV. Os dois primeiros episódios, dos quatro que serão disponibilizados, sendo um por semana, estão no ar no canal do Youtube do Instituto Mar Urbano: https://youtu.be/7-ttzbdlzDc


O biólogo Ricardo Gomes, destacou a importância da parceria da concessionária com o Instituto Mar Urbano.


"Temos o mesmo objetivo: despertar o sentimento de pertencimento e o orgulho de ser carioca. Esse envolvimento da sociedade vai ser uma força complementar ao trabalho que a Águas do Rio está realizando no saneamento básico. Como afirmou o grande oceanógrafo Jacques Cousteau: ‘o homem só preserva e só ama aquilo que ele conhece’. A nossa parceria está embasada nisso, trazer a população para dentro desse projeto de recuperação da Baía de Guanabara", disse o biólogo.

Além do documentário, a concessionária apoiará a expedição “Águas Urbanas”, que fará a captura de imagens ultra hd da Baía de Guanabara e de seu entorno, mostrando a rica biodiversidade em processo de recuperação.


Comments


bottom of page