top of page

“Pimpolhos da Grande Rio” implantado em Maricá” começou com pé direito no carnaval

Rio de Janeiro, 03/3/2023

Por Gilson Barcellos

Fotos: Divulgação

Nesta semana, coordenadores da Pimpolhos da Grande Rio em Maricá se reuniram com representantes de blocos carnavalescos e das escolas de samba, para falar sobre o projeto na cidade que conta com apoio da Secretaria Municipal de Cultura e do Instituto de Ciência, Tecnologia e Inovação de Maricá (ICTIM).


O pontapé inicial em Maricá foi com o bailinho de carnaval na Arena Flamengo, que teve como madrinha a primeira dama da cidade Rosana Horta. Depois, os “Pimpolhos de Maricá” foram conhecer e desfilar na Marques de Sapucaí onde se apresentaram várias escolas de samba mirim no domingo de carnaval.

Na Passarela do Samba, Centro do Rio, os pimpolhos com deficiência ou não, desfilaram com o enredo inspirado no livro do ex-BBB Rodrigo França, “O Pequeno Príncipe Preto”, desenvolvido pela carnavalesca Winnie Nicolau.


A ONG Pimpolhos da Grande Rio - Escola de Samba Mirim da Grande Rio - tem por objetivo estender ações educacionais, principalmente com formação de mão de obra especializada para o carnaval.

“A parceria entre a Secretaria de Cultura de Maricá e a ONG Pimpolhos da Grande Rio, permite construir uma série de oficinas e atividades culturais com ênfase na formação, reflexão e inclusão social na área do carnaval. Este trabalho com olhar de brasilidade na tradição da cultura popular é instrumento de transformação social, valorizando a vida, num verdadeiro exercício diário de cidadania”, disse Sady Bianchin, secretário de Cultura.

A consultora de projetos da agremiação mirim Camila Soares, também produtora cultural, destaca que nesses últimos 20 anos, centenas de crianças viraram adultas imponderadas com inúmeros resultados positivos, inclusive na Grande Rio. Camila citou como exemplo o mestre de bateria Fafá, hoje grande nome da percussão do carnaval do Rio de Janeiro que conquistou dois estandartes de ouro em três desfiles.


“Os casais de mestre sala e porta bandeiras da Grande Rio também foram pimpolhos, assim como outros que hoje são professores, engenheiros e poliglotas”, acrescentou Camila.


Instalado em Maricá, o projeto ‘Pimpolhos da Grande Rio” programará uma série de atividades culturais nos quatro cantos do município durante todo o ano.



Comentarios


bottom of page