Bolsonaro desmente Marcelo Delaroli pré-candidato ao governo do Rio


Os personagens da nota do PSL-RJ: Flávio Bolsonaro, Jair Bolsonaro e Marcelo Delaroli

O pré-candidato ao governo do Estado, deputado federal Marcelo Delaroli (PR), não está autorizado a usar o nome político “Marcelo Bolsonaro” na campanha eleitoral conforme noticiado na coluna Informe JB. A informação oficial é do presidente do PSL-RJ, deputado estadual Flávio Bolsonaro, esclarecendo que o presidenciável deputado federal Jair Bolsonaro não autorizou Delaroli a usar seu sobrenome.

Diz a nota, datada de 13/06/2018, que o Diretório Estadual do PSL Rio de Janeiro ainda se mantém neutro acerca do apoio a qualquer candidatura ao governo do estado, definição que somente ocorrerá por ocasião de sua convenção, prevista para o final de julho.

Com este comunicado oficial, o PSL-RJ desmente o deputado federal Marcelo Delaroli, que não está autorizado a utilizar o sobrenome Bolsonaro e que já conta com apoio do partido do presidenciável às suas pretensões de suceder o governador Luiz Fernando Pezão (MDB), de quem foi subsecretário de Desenvolvimento do interior.

Marcelo Delaroli até o início de 2017 era suplente e assumiu uma cadeira na Câmara Federal com a eleição do titular, Dr. João, para prefeito de São João de Meriti, na Baixada Fluminense. O reduto eleitoral de Delaroli é a cidade de Maricá, onde mora e disputou as três últimas eleições para prefeito e perdeu. Se fosse num jogo de futebol, poderia pedir música no Fantástico.