Companhia Independente da PM tem nova comandante

Major Priscilla Azevedo é a primeira

mulher a assumir o posto da companhia

fotos Carlos Magno

Com uma carreira marcada por um trabalho impecável à frente de UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora), a major Priscilla Azevedo assumiu o comando da CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar), responsável pela segurança do Palácio Guanabara. Ela é a primeira mulher a chegar ao cargo na Guarda Palaciana.


– É sempre uma felicidade grande abrir portas para outras gerações, é uma forma de estímulo. Muitas outras mulheres passaram antes por cargos importantes, mas entendo que é difícil chegar ao comando, ainda mais em outros tempos – disse a major.


A solenidade da troca de comando entre o tenente-coronel Augusto Valentim e a major Priscilla aconteceu no Palácio Guanabara, com a presença do secretário de Segurança, Roberto Sá.


– Acompanho de perto a carreira da major. É uma história de desafios – afirmou Sá.

A major tem 39 anos e entrou para a PM em 1998. Em 2007, ela demonstrou extrema coragem e compromisso ao prender uma quadrilha de bandidos que a havia sequestrado. Pioneira no comando de uma UPP (2008 a 2010, no Santa Marta), ela recebeu inúmeras homenagens, como o Prêmio Internacional Mulheres de Coragem 2012, oferecido pelo governo americano. Priscilla Azevedo também atuou como coordenadora-geral de Programas Estratégicos para as UPPs.


Na Companhia da Polícia Militar, a major estará à frente de cerca de 220 comandados.