Guerra na internet: presidente do PT-RJ chama vereador de bicha

O presidente regional do PT e ex-prefeito de Maricá, Washington Quaquá, que em entrevista a imprensa gravada em vídeo e postada na internet, mandou o governador Pezão “tomar no ..” voltou a agitar as redes sociais com declarações e acusações bombásticas. Agora foi em defesa da sua mulher a deputada estadual Rosangela Zeidan (PT). O alvo foi o vereador oposicionista Felipe Poubel (DEM), que vem denunciando possíveis irregularidades na aquisição da merenda escolar para a rede municipal de ensino

Poubel comentou no seu facebook, na quinta-feira, que a Alerj aprovou com 43 votos as contas de 2016 do governador Pezão com Zeidan sendo favorável e que teria envergonhado a classe trabalhadora.

”Está mais claro do que nunca que o PT e o PMDB sempre caminharam de mãos dadas nos bastidores sórdidos da política!”


Foi o suficiente para Quaquá trocar chumbo grosso dizendo que Poubel (foto) é fascista, que apoia Bolsonaro, Temer e Pezão.


“Você deveria sair do armário e ter a coragem que os homossexuais tem e assumir a sexualidade. Você é uma bicha presa no armário”, afirmou o ex-prefeito.


No início da semana, também via internet, o vice-prefeito de Maricá, Marcos Ribeiro (PT) teceu uma “série de elogios” ao oposicionista Felipe Poubel, que vem denunciando no plenário da Câmara de Vereadores e no Ministério Público Estadual possíveis irregularidades na compra de merenda escolar.


Poubel em seu facebook, não citou nomes, mas chamou alguém de cachaceiro, viciado, vagabundo etc e tal.

Esse é o tipo de política instalada em Maricá, uma das cidades mais progressistas do Estado do Rio de Janeiro e muito chumbo grosso ainda deve ser trocado até as eleições do ano que vem.


Poubel pensa em ser deputado estadual e Quaquá (foto) tem como objetivo principal, ajudar Lula na campanha à presidência da República. Porém, Quaquá pode se candidatar ao Senado ou até mesmo ao Palácio Guanabara.