Enel não está nem aí para seus clientes e o Procon Estadual

A Enel herdou e manteve tudo de ruim da Ampla: altas tarifas, péssimo serviço e um atendimento de colocar em xeque a paciência de seus clientes, o Código de Defesa do Consumidor, além de desafiar a fiscalização do Procon Estadual que vem atuando de forma eficiente em todo o Estado conforme o GBNEWS divulga regularmente.

 

O cliente de Maricá vai à loja de atendimento da Enel no Centro, Rua Senador Macedo Soares e dá logo de cara com um banner que em letras garrafais anuncia; “Inovação, Conforto e Rapidez. Aproveite! Este espaço é todo seu”.

Só pode ser deboche. A fila começa logo na entrada com apenas uma funcionária distribuindo senhas preferenciais ou não. Depois, se der sorte, senta numa das poucas cadeiras disponíveis e aguarda em torno de 1h45 para ser atendido por duas ou três funcionárias que, dependendo do assunto, entrega uma lista de documentos para o cliente que vai ter que enfrentar a maratona novamente, no mesmo dia ou no dia seguinte. Cadê a rapidez?

 

Como o atendimento é arcaico, a loja fica entupida de clientes da famigerada Enel que disponibiliza apenas nove assentos, nenhum específico para idosos, deficientes, grávidas ou com criança de colo. Cadê o conforto?

 

Como inovação a Enel mantém um monitor desligado e as atendentes gritam o número da senha. Número tal para normal, número tal para preferencial. É isso mesmo “normal”?

 

Os clientes se revoltam com o descaso da falta de conforto e rapidez anunciados, mas não podem fazer nada. Precisam de energia elétrica em suas residências e comércio. Pedem a presença da fiscalização do Procon Estadual e o GNEWS se une aos consumidores da Enel que não está nem aí para o Código de Defesa do Consumidor.

 

Ah, para terminar, desde o início da atual legislatura, alguns vereadores sabendo que as sessões ordinárias são transmitidas ao vivo via internet, criticam ferozmente os serviços da Enel e dizem que vão realizar audiência pública, que vão convidar o Ministério Público e outras coisas mais. Até agora apenas discurso olhando para os refletores e nada mais! 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino