De tudo um pouco

Samba e churrasco

Domingo a diretoria do GRES Inocentes de Maricá estará reunida na casa da carnavalesca da escola Beth Morgado, no Centro de Maricá. Em pauta, balanço da 1ª Feijoada da Inocentes realizada sábado passado no Maria do Céu, quando foram apresentados a Rainha da Bateria, Hellen Martins, o mestre Sapão, o intérprete Bruno Ribas, o enredo e os novos dirigentes que serão responsáveis pelo desfile no Maricarnaval de Inverno em julho de 2018. Além de rolar um samba de primeira, a moçada do samba vai curtir um churrasquinho de leve. Ah, ia me esquecendo: a Inocentes de Maricá é a última campeã da cidade. (foto GBNEWS)


Cara nova

O recesso parlamentar em Maricá termina no próximo dia 2 de Agosto e os trabalhos na Câmara vão começar com cara nova no plenário. O suplente dr. Richard (PT) tomou posse e vai ocupar a cadeira do petista Hélter Ferreira, que assumiu uma nova secretaria criada pelo prefeito Fabiano Horta (PT). Richard promete agitar as sessões e não deixar sem respostas as acusações contra o governo municipal. Para ele, tem gente falando demais e precisa levar uma trava. (foto GBNEWS)


Descontentamento


A nomeação do deputado Gustavo Tutuca (PMDB) para a Secretaria de Estado de Ciência, tecnologia e Desenvolvimento Social não agradou muita gente do partido. Para o Coronel Jairo, esta indicação não representa a bancada e ele não foi consultado.


Família Cabral tem novo advogado


O deputado federal Marco Antônio Cabral recebeu sua carteira da OAB-RJ e vai abrir um escritório em 2019 especializado em área cível e direito do consumidor. Já está pensando no futuro, porque o mandato termina no ano que vem e certamente não vai tentar a reeleição por motivos óbvios. Ele deveria se especializar em delação premiada. Vai ter muitos clientes, com certeza.


Refugiados


Uma parceria entre a Secretaria Estadual de Direitos Humanos e o consórcio que explora os corredores de ônibus articulados vai dar emprego para os refugiados que estão no Rio, que falem bem o português, tenha ensino médio completo e fluência em inglês e espanhol. Bem que essa parceria poderia atender também os cariocas que estejam desempregados e que atendam essas exigências.


Crise


Eduardo Paes (PMDB) deixou a prefeitura do Rio e se mandou para Washington (USA) de mala e cuia com a família e outro dia, ao retornar à Cidade Maravilhosa sentiu como anda a crise por aqui. Ficou num hotel cinco estrelas que apesar de cobrar apenas U$ 60 de diária, estava praticamente vazio. Paes, que pensa em ser governador, procurou uma sala para montar o seu QG na Barra da Tijuca e ouviu de um corretor de imóveis que se chorar um pouco, acaba pegando um escritório sem pagar aluguel desde que banque as despesas de condomínio e IPTU.


Mais crise

O bailarino do Teatro Municipal do Rio, Anderson Dionísio das Neves, de 45 anos, que tinha virado mototaxista para sobreviver à crise no estado, deu um salto ainda mais alto do que está acostumado em sua carreira. Desanimado e sem perspectiva, achou que fazer bico na Europa, recebendo em euros, valia mais a pena. De posse de uma passagem comprada por parentes sensibilizados com sua situação, aproveitou uma licença de quatro meses, e foi para a França, onde há vinte dias se vira lavando pratos, fazendo faxina e participando de shows de samba. Ele ficou uma fera quando soube que o governador Pezão se hospedou num spa de luxo para “tratamento médico”. (foto internet)


Bandeira na política


O PRB do prefeito do Rio Marcelo Crivella convidou o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, para se filiar ao partido e no ano que vem disputar uma cadeira no Senado ou na Câmara Federal. Segundo pesquisa encomendada pelo PRB, Bandeira de Mello está bem na fita e vem sendo assediado também por outros partido.


Debandada no turismo


O pai do Rock in Rio, publicitário e empresário Roberto Medina deixou o Conselho de Turismo da cidade do Rio de Janeiro. Segundo ele, entregou ao prefeito Crivella o seu trabalho concluído com sua visão do que deveria ser feito para alavancar o turismo carioca. Medina deixou o conselho 40 dias após o seu amigo Boni, diretor de televisão, fazer o mesmo. Pelo que entendi, a visão sobre turismo do prefeito Crivella é a mesma do secretário de Turismo de Maricá, Robson Dutra: nenhuma!