top of page

Terminal Pesqueiro de Niterói será administrado pela Prefeitura

Rio de Janeiro, 12/9/2023

Por Redação GBNEWS

Foto: Divulgação

Ministro André de Paula recebe o secretário Rodrigo Neves e o prefeito Axel Grael


O prédio do antigo Terminal Pesqueiro, que foi inaugurado há cerca de 10 anos pelo Governo Federal e nunca chegou a funcionar, passará definitivamente para a administração da Prefeitura de Niterói. O município pretende, através de uma Parceria Público-Privada (PPP), incrementar o local, criando um modelo de comercialização e distribuição do pescado similar ao de grandes entrepostos internacionais. A cessão definitiva do espaço foi acertada pelo prefeito Axel Grael e pelo ex-prefeito e atual secretário Executivo, Rodrigo Neves, ambos do PDT, durante encontro com o ministro da Pesca e Agricultura, André de Paula, em Brasília. Na reunião, foi definido que o ministro irá a Niterói em outubro para oficializar a municipalização do espaço. A Prefeitura de Niterói quer aproveitar o espaço e infraestrutura já existente. A ideia do projeto será desenvolvida em paralelo com a obra de dragagem do canal São Lourenço, que também será feita pela Prefeitura através do Consórcio Fluminense, formado pela DTA Engenharia e SK Infraestrutura. Segundo dados do Sindicato dos Armadores de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Saperj), Niterói é a segunda cidade do País em números de pesca extrativa marinha. "Niterói é a segunda cidade do País em números de pesca, perdendo apenas para Itajaí, em Santa Catarina. Cerca de 40% da produção pesqueira do Estado do Rio está em nossa cidade. O terminal pesqueiro será fundamental para incentivarmos o setor, promover negócios e gerar empregos", ressaltou o prefeito Axel Grael.

Com o objetivo de colaborar para o fomento da economia e gerar emprego e renda, a Prefeitura de Niterói está avançando para concretizar a tão sonhada obra dragagem do Canal de São Lourenço. O município vai investir R$ 140 milhões na obra e mais cerca de R$ 24 milhões para a cessão do terreno por parte da Companhia Docas, que será anexado ao prédio do Terminal Pesqueiro. "O Governo Federal tem todo interesse nessa parceria com a Prefeitura de Niterói, uma cidade que tem na pesca uma atividade tão tradicional e estratégica. Ficamos muito satisfeitos com a determinação do Município em apoiar o setor pesqueiro", disse o ministro da Pesca, André de Paula. O prazo para a conclusão da dragagem é de 15 meses após a ordem de início das obras. O objetivo é recuperar a profundidade do Canal de São Lourenço chegando até a 11 metros, para permitir a aproximação de embarcações de maior porte, o que vai proporcionar a revitalização do setor naval em Niterói. A intenção da Prefeitura de Niterói é que o Terminal Pesqueiro de Niterói possa ser instalado aproveitando o espaço e infraestrutura já existente. O prédio chegou a ser inaugurado há 10 anos pelo governo federal e nunca operacionalizou a comercialização e distribuição do pescado. Para atender essa demanda e chegar ao nível de mercados como os de Portugal, Nova York, Paris e Nova Zelândia, onde o “happy hour” pode ser no entreposto de pesca, a ideia é que a área de 6.548 m quadrados tenha prédio principal, para comercialização, fábrica de gelo, área para expedição box para recepção de pescados junto ao cais, expedição rodoviária, área das docas, além de espaços para lojas, restaurantes e entretenimentos.

Comentários


bottom of page