top of page

Técnicos de Maricá fiscalizam construções na região litorânea

Rio de Janeiro, 04/5/2023

Por Redação GBNEWS

Fotos: Evelen Gouvêa

O Grupo de Apoio Técnico Especializado em Demolições de Maricá (Gated) realizou duas operações de fiscalização de construções irregulares nesta quinta-feira (04) em Cordeirinho e Guaratiba, região litorânea da cidade. A primeira ação foi uma visita de reconhecimento a casas erguidas na área de um antigo hotel abandonado em 1999, em Cordeirinho, após falência do empreendimento. A equipe das secretarias de Urbanismo, de Assistência Social e de Habitação e Assentamentos Humanos realizou o cadastro das 26 famílias que ocupam o espaço, que fica entre as ruas 112 e Margarida Barbosa Pia (antiga 113).

A área total do hotel era de 2.900 metros quadrados, mas os técnicos informaram que todas as casas apresentam diversas irregularidades e acreditam que a área de ocupação pode ser ainda maior, pois avançou até a Avenida Litorânea. Uma das casas ainda em construção chegou a ser anunciada para venda na internet. Em Guaratiba, a equipe do Gated identificou e retirou uma estrutura de concreto montada irregularmente sobre a vegetação ciliar da praia. Com o auxílio de uma pá mecânica, equipes da autarquia de Serviços e Obras de Maricá (Somar) retiraram a estrutura e o entulho gerado na praia. Já a Secretaria da Cidade Sustentável fará uma vistoria em toda a orla na próxima semana, para detectar outras intervenções irregulares.

O que diz a legislação A Secretaria de Urbanismo orienta que os proprietários consultem a legislação de Maricá e, antes do início da construção, apresentem projeto feito por responsável técnico (profissional de engenharia ou arquitetura) conforme as normas vigentes. Em seguida, é necessário abrir um processo com as documentações do proprietário do imóvel e do responsável pela obra para a análise técnica. Com o projeto aprovado, são geradas as taxas de legalização para emissão do alvará de obras. Em caso de legalização de obra já concluída ou solicitação de habite-se, é preciso apresentar a escritura com Registro Geral de Imóveis (RGI), documentação do proprietário, comprovante de residência atualizado, projeto e Registro de Responsabilidade Técnica (RRT) ou Anotação de Responsabilidade Técnica (ART). Para esclarecimentos de dúvidas, o contribuinte pode agendar um atendimento com a Secretaria de Urbanismo pelo site dos Serviços Integrados Municipais (SIM) – www.sim.marica.rj.gov.br .


Commentaires


bottom of page