top of page

Surfe: Etapa de Saquarema do Mundial é adiada mais uma vez

Rio de Janeiro, 26/5/2022

Por Redação GBNEWS

Praia de Itaúna, onde acontecem as disputas da etapa de Saquarema da WSL (Foto: Thiago Diz/WSL)


O domingo (26) amanheceu com céu nublado, vento sudoeste forte e mar mexido, sem boas ondas na Praia de Itaúna para a continuação da etapa de Saquarema do Championship Tour do Circuito Mundial de Surfe (WSL). O segundo “day-off” do evento foi confirmado na primeira chamada do dia e a próxima anunciada para as 7h15 desta segunda-feira na Capital Nacional do Surf.


A maior expectativa pelo retorno do da etapa de Saquarema fica para os surfistas que estão escalados nas primeiras baterias. O recordista com 16,00 pontos na Praia de Itaúna esse ano, Mateus Herdy, vai abrir as oitavas de final reeditando a semifinal da etapa do México no ano passado com o australiano Jack Robinson. Depois, vem dois duelos 100% verde-amarelos seguidos.


O primeiro é o do Caio Ibelli, que ganhou a primeira nota 10 da sua carreira no CT num tubaço incrível nas direitas de Itaúna, com o novato na seleção brasileira deste ano, Samuel Pupo. Na disputa seguinte, tem o campeão olímpico, Italo Ferreira, usando o nome do Mano Ziul em sua lycra da etapa de Saquarema, com um ex-top da elite, Michael Rodrigues.


Na quarta bateria, Miguel Pupo enfrenta o norte-americano Nat Young. E na quinta, entra o tricampeão nos cinco anos de história do Rio Pro, bicampeão das duas últimas edições em Saquarema em 2018 e 2019, o vice-campeão mundial Filipe Toledo, com a lycra amarela de número 1 do ranking 2022, contra o peruano Miguel Tudela. Depois, Yago Dora fecha a participação brasileira na penúltima bateria com o australiano Ethan Ewing.

Além dos oito brasileiros nas oitavas de final, o público que sempre lota a Praia de Itaúna também vai torcer por Tatiana Weston-Webb na semifinal contra a pentacampeã mundial Carissa Moore. O quinto título da havaiana foi conquistado na melhor de três contra a brasileira na estreia do WSL Finals no ano passado. As duas já se enfrentaram em 23 baterias em etapas do CT e Carissa tem vantagem nesse confronto, ganhando 14 contra 9 da vice-campeã mundial de 2021.




Comments


bottom of page