top of page

Sucesso o concerto da orquestra alemã JUGGE na quadra da União de Maricá

Rio de Janeiro, 31/10/2023

Por Redação GBNEWS

Fotos: Gabriel Ferreira

A Orquestra Jovem de Gersthofen, cidade alemã da região da Baviera, fez uma apresentação na quadra da escola de samba União de Maricá nesta terça-feira (31), para um público formado por alunos do programa Cultura de Direitos, vinculado à Secretaria de Participação Popular e Direitos Humanos. Cerca de 30 músicos apresentaram um repertório composto por temas típicos de sua terra de origem e também temas de filmes infantis como ‘Aladdin’, ‘Frozen’ e ‘Moana’.

No set da orquestra ainda estiveram canções pop como “Viva la Vida” (da banda inglesa Coldplay) e uma sequência de canções de Michael Jackson (“Billie Jean”, “Beat It”, “Bad” e “Thriller”). No final, teve os clássicos brasileiros “Aquarela do Brasil”, “Garota de Ipanema” e “Cidade Maravilhosa”. Houve ainda um momento em que cada instrumento da banda foi apresentado ao público, e também que a logomarca da JUGGE, como a orquestra é conhecida, mostra as notas musicais numa partitura como degraus na educação e a evolução de cada aluno dentro da música.

O evento foi encerrado com uma apresentação do coral do programa Cultura de Direitos e da bateria da União de Maricá. Professora de música do programa e ex-integrante da orquestra, Júlia Ingrid se disse realizada por ver a apresentação na cidade. “Era um sonho antigo meu de ver eles tocando aqui e para o projeto. É bacana para mostrar ao público que uma orquestra não toca somente os clássicos, mas pode ser popular também”, disse ela, cujo irmão Matheus Luiz era um dos músicos no palco.

Para o diretor da JUGGE, Andreas Landau, a apresentação foi uma grande experiência para os jovens músicos. “É nossa oitava vez no Brasil e a segunda aqui em Maricá, onde já tocamos em 2016. Mas foi a primeira vez que tocamos num espaço dedicado ao samba, e nós tocamos samba também mas não tão bem como os brasileiros”, brincou. Muita gente que estava na plateia e no entorno não perdeu a chance de tirar fotos com os músicos alemães. A pequena Thayla, de 7 anos, foi uma das que quis conhecer os jovens de perto. “Gostei quando eles tocaram a música da ‘Moana’”, disse a pequena, que estva acompanhada da avó. “Achei tudo lindo, e é importante todo mundo ver”, declarou Janete Villa Real, que tem 69 anos e mora em São José de Imbassaí.

Depois de Maricá, a JUGGE se apresenta ainda no Espaço Cultural da Grota, Lar da Criança Padre Franz Neumair e no Programa Aprendiz Musical (todos em Niterói), além do Colégio Cruzeiro no Rio de Janeiro (Sociedade de Beneficência Humboldt). Sobre a JUGGE A Orquestra Jovem de Gersthofen (cujo nome completo é Jugendorchester Gersthofen Schwäbische Bläserbuben, ou JUGGE) é uma orquestra juvenil de sopros e percussão, da cidade de Gersthofen, no estado da Baviera, na Alemanha. Foi fundada em 1955 e proporciona a crianças e jovens dos 15 aos 30 anos formação musical em instrumentos de sopro e percussão. A orquestra faz parte de um grande sistema de educação musical, que abarca três orquestras, sem contar as classes de educação musical primária e aulas de instrumento.

Um dos objetivos da orquestra é promover e expandir a troca intercultural entre os alunos e diferentes culturas ao redor do mundo. Entre as experiências interculturais estão a turnê de dez dias para a Rússia (Moscou e Samara). Em 2012 e 2015, a JUGGE viajou para Jerusalém, em Israel, e em 2016 fez uma viagem de dez dias a Niterói. Em 2019, a prefeitura do condado de Baringo, no Quênia, também foi visitada. Em todas as viagens, realizaram-se intercâmbios internacionais de jovens com orquestras do respectivo país parceiro.

コメント


bottom of page