top of page

Silvio Tendler conhece o roteiro de “Raízes Memórias de Um Povo”

Rio de Janeiro, 13/01/2024

Por Redação GBNEWS

Fotos: Agência GBNEWS

Presidente da Sicom Filmes, Paulo Celestino, esteve com o cineasta Silvio Tendler para mostrar o roteiro "Raízes Memórias de Um Povo"


O cineasta Silvio Tendler, autor entre outros documentários recordistas de bilheteria como “Jango”, “Os Anos JK” e “o Mundo Mágico dos Trapalhões” conheceu o roteiro de “Raízes Memórias de Um Povo”.

 

Tendler recebeu nesta sexta-feira (12) em sua residência na Avenida Atlântica, Copacabana, os diretores da Sicom Filmes, produtora sediada em Maricá, Paulo Celestino (Presidente) e Gilson Barcellos (Comunicação). O cineasta ficou entusiasmado com o roteiro de “Raízes Memórias de Um Povo” e com as cenas do episódio onde Dom Pedro I chega em Maricá em 1822.

O encontro que seria de 15 minutos acabou sendo de quase duas horas devido ao interesse do cineasta pelo documentário da produtora de Maricá

 

Silvio Tendler poderá incluir esse documentário que terá oito capítulos na sua Distribuidora de Filmes, que brevemente estará no mercado levando longas e documentários para todas as telonas do Brasil e exterior”, afirmou Silvio Tendler.

 

Dom Pedro I, herdeiro da dinastia Bragança, renunciou ao seu direito de ocupar o trono português para assumir o império brasileiro. A pressão sobre dom João VI obrigou o rei a afastar Dom Pedro I dos assuntos do governo, o que marcou o envolvimento do príncipe que levou à independência do Brasil.

 

O filme revela trilhas e estradas por onde passou Charles Darwin. A perplexidade diante do suicídio de escravos e o encantamento com a biodiversidade da região foram conclusões inseridas na Teoria sobre a Evolução das Espécies.


Raízes – Memórias de um Povo" é uma série documental de ficção com oito episódios que visa não apenas contar a história do Brasil, mas dar vida a personagens, acontecimentos e momentos decisivos que moldaram uma nação. Ao deslizar pelas águas da Baía de Guanabara, o Rio de Janeiro se torna protagonista, oferecendo uma perspectiva profunda e carregada de emoção do Brasil, desde suas origens até os dias atuais.

 

As filmagens de “Raízes Memórias de Um Povo” terão início neste primeiro semestre”, disse o diretor-presidente da Sicom Filmes, Paulo Celestino acrescentado que um capítulo será dedicado a Maricá, cidade marcante na história do Brasil com a presença de Dom Pedro I.

No encontro, Gilson Barcellos e Silvio Tendler relembraram os anos de chumbo. Gilson, iniciando a carreira de jornalista e Tendler, a de cineasta que o tornou conhecido no Brasil e exterior

 

Silvio Tendler:


“Quado fiquei tetraplégico, negociei com Deus. Não me tira nem a palavra nem a razão, pedi. E o resto em me viro”, diz Tendler que há mais de uma década convive com uma neuropatia diabética, condição que causa danos aos nervos.

 

Aos 73 anos, Silvio Tendler contabiliza em seu currículo mais de 80 documentários produzidos ao longo da carreira. Além de filmar muito, o cineasta também sabe aproveitar o momento político. Na trilha da redemocratização ele lançou em 1980, “Os Anos JK”. Em 1984, em pleno movimento das Diretas Já, entrou em cartaz “Jango”, sobre a trajetória do ex-presidente João Goulart. Recentemente, lançou “O Futuro É Nosso”, que trata da história do movimento sindical e do desmantelamento das leis trabalhistas no país em anos recentes.


 

Comentários


bottom of page