Proeis chega à praia do Peró, em Cabo Frio

Rio de Janeiro, 16/6/2022

Por Redação GBNEWS

Foto: Divulgação

Policiais do Proeis na Orla do Peró, onde ficam os principais hotéis do bairro


A orla da Praia do Peró, em Cabo Frio, conta desde esta terça-feira (14) com o Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis), através do qual policiais militares de folga são contratados pelo município para reforçar a segurança em locais estratégicos. A Praia do Peró é a única do interior fluminense que possui a Bandeira Azul, selo internacional de qualidade. O Proeis também atende a outros pontos turísticos do município, como a Praia do Forte, o Centro e a rodoviária.


O Proeis chegou a Cabo Frio em fevereiro através de convênio firmado entre a Prefeitura e a Secretaria de Estado de Polícia Militar. Inicialmente, vinte policiais foram contratados para reforçar o policiamento na cidade em ações integradas com a Guarda Municipal. O programa começou no Rio de Janeiro em 2018. Os agentes atuam em áreas previamente estudadas e programadas.


— Estamos reforçando as ações no Peró, em complemento às que já estão em andamento pelo 25.º BPM (Cabo Frio). Em breve, a equipe da Guarda Civil Municipal que atua no Peró estará recebendo uma viatura — prometeu o Secretário de Direitos Humanos e Segurança de Cabo Frio, coronel Ruy França.

O Proeis é integrado por policiais que aceitam trabalhar em horários de folga para melhorar sua remuneração. O programa permite melhorar o patrulhamento de pontos estratégicos sem alterar a rotina do batalhão da área. Sediado em Cabo Frio, o 25º BPM é responsável pelo policiamento ostensivo de sete municípios da Costa do Sol, de Saquarema a Búzios.


O Batalhão também reforçou o policiamento na orla e ruas internas do Peró depois do registro de três assaltos a transeuntes e duas tentativas de invasão de residências nos últimos 15 dias. O reforço conta com carros e motos e, a pedido dos moradores, foi instituído o programa “Bom Dia Cidadão”, com reforço e policiamento na orla e ruas próximas no fim da madrugada e início da manhã.

Os moradores reivindicam um posto fixo da PM na Praça do Moinho, onde já funciona um posto da Guarda Municipal. Eles vão renovar o pedido na próxima reunião do Conselho Comunitário de Segurança Pública.