top of page

Preparador físico de Sampaoli agride atacante Pedro no vestuário

Rio de Janeiro, 30/7/2023

Por Redação GBNEWS

Foto: Internet

Atacante Pedro deixa a Delegacia no bairro Floresta após registrar queixa


O atacante Pedro, do Flamengo, foi agredido pelo preparador físico do técnico Jorge Sampaoli, Pablo Hernandez, depois da vitória por 2x1 sobre o Atlético-MG, pelo Brasileiro, em Minas Gerais. Pedro registrou queixa na delegacia do Bairro Floresta na capital mineira.


Pedro foi interpelado pelo profissional de que não o respeitou por sentar no banco e finalizar o aquecimento depois de todas as substituições serem feitas no estádio Independência.


No vestiário, Pablo falou que não era para o atacante sentar no banco, mas Pedro retrucou, disse que não iria entrar, e demonstrou sua insatisfação com a comissão técnica. Foi quando levou um soco na boca.


O clube ainda não se posicionou oficialmente, mas aguarda os trâmites legais, com o boletim de ocorrência feito pelo atacante Pedro, para formalizar a demissão do preparador físico Pablo Fernández, por justa causa.


A diretoria do Flamengo e os jogadores do elenco acompanharam Pedro até uma delegacia em Belo Horizonte, para onde Pablo Fernández também foi conduzido para prestar esclarecimentos.


Pedro se manifestou após a agressão

O atacante do Flamengo falou publicamente sobre agressão de preparador de Jorge Sampaoli, Pablo Fernández. No texto publicado nas redes sociais, o camisa 9 citou os "escassos minutos recebidos nos últimos jogos", chamou o profissional de covarde e disse não saber o motivo pelo qual foi agredido


POSTAGEM DE PEDRO

"Poderia estar aqui falando dos escassos minutos recebidos nos últimos jogos, mas o que aconteceu hoje foi mais grave do que pode acontecer dentro das quatro linhas. Covardemente, sem motivo e inexplicavelmente, fui agredido, com um soco no rosto, por Pablo Fernandez, membro da comissão técnica do Sampaoli. A covardia física se sobrepôs diante da covardia psicológica que tenho sofrido nas últimas semanas. Alguém que se acha no direito de agredir o outro não merece respeito de ninguém. Já passei por muitas provações aqui no Flamengo, mas nada se compara com a covardia sofrida hoje. Que Deus perdoe uma pessoa que, em pleno 2023, acha que uma agressão física possa resolver qualquer problema. Obrigado JESUS pelo ensinamento, dando a outra face. Pai e mãe, obrigado pela educação que me deram".


bottom of page