top of page

Prefeitura de Maricá divulga balanço de força tarefa no Maricarnaval 2024

Rio de Janeiro, 16/02/2024

Por Redação GBNEWS

Fotos:

(foto Fábio Suzart)


A Prefeitura de Maricá realizou uma força tarefa de 09 a 14/02, durante o Maricarnaval 2024. Foi realizado um trabalho conjunto das secretarias de Trânsito e Engenharia Viária (Sectran), Ordem Pública e Gestão de Gabinete Institucional (Seop) e Proteção e Defesa Civil, além da Guarda Municipal e da Coordenadoria de Postura, com o objetivo de garantir a segurança e o ir e vir dos foliões.

 

Mais de 300 profissionais da Sectran, entre agentes, orientadores, apoios e voluntários, atuaram no entorno dos palcos e em ruas que davam acesso aos circuitos dos blocos, auxiliando pedestres e condutores. O grupo contou com o auxílio diário de 13 veículos, sendo oito viaturas, três carros de apoio operacional e duas motocicletas.

 

A equipe também atuou em 83 interdições diárias de vias e em bloqueios momentâneos, necessários para a realização de blocos que não faziam parte dos circuitos de Itaipuaçu e Ponta Negra. Houve ainda a criação de sistemas viários binários provisórios, que buscavam proporcionar o menor impacto possível no fluxo viário.

(foto Clarildo Menezes)


A Seop realizou 329 notificações, 78 apreensões de veículos, averiguou 231 denúncias feitas pelo Disk SEOP e sete conduções de pessoas à delegacia (82ª DP). O efetivo contou com cerca de 233 agentes por dia, entre Guarda Municipal, Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis) e Seop.

 

Fiscalização

 

No 3º e 4º distritos (Inoã e Itaipuaçu), a Coordenadoria de Postura contou com quase 200 profissionais, sendo 180 apoios, 11 fiscais e três coordenadores por dia. Ao todo, foram trocadas mais de 10 mil garrafas de vidro por recipientes de plástico e 50 ambulantes autorizados a acompanhar os blocos.

 

Segurança nas praias de Maricá

(foto Elsson Campos)

 

Com 45 postos de salvamento nas praias, além de quatro tendas de atendimento e identificação de crianças no Recanto em Itaipuaçu, na Rua 10 na Barra, na Rua 90 em Cordeirinho e no final da praia de Ponta Negra, a Secretaria de Proteção e Defesa Civil atuou com 682 agentes; 15 viaturas, três embarcações e um reservatório móvel de água. Ao todo, foram 600 atendimentos a frequentadores e turistas, 12.345 crianças identificadas, 6.744 prevenções no mar e 65 salvamentos.

(foto Fábio Suzart)

 

O grupamento de fogo em vegetação rasteira realizou 63 rondas e registrou 11 ocorrências. As equipes também atuaram em 103 rondas e seis ocorrências na extensão lagunar. Houve ainda a emissão de quatro boletins meteorológicos e três vistorias prévias, sendo uma estrutural e duas quedas de árvores pelos profissionais que atuam no Centro Operacional (COP); duas interdições totais e uma remoção de morador em Itaipuaçu.

 

Atendimento 24h nas unidades de Saúde

 

As unidades de Urgência e Emergência da cidade, que funcionam 24 horas, registraram números expressivos de pessoas atendidas durante o carnaval, contando com equipes completas e profissionais qualificados para prestar a assistência necessária. Entre sexta (09) e quarta-feira (14), foram 2.234 atendimentos no Hospital Conde Modesto Leal, no Centro; 1.941 na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Inoã; e outros 1.628 na Unidade de Pronto Atendimento Municipal (UPAM) Santa Rita, em Itaipuaçu.

 

Além disso, no carnaval, foram contabilizados 374 atendimentos no setor de trauma referenciado do Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara, em São José do Imbassaí. No espaço, são recebidos pacientes com lesões produzidas por ações externas ao corpo, que chegam em ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), do Corpo de Bombeiros e encaminhados de outras unidades de saúde. Em outra frente, o SAMU realizou 94 atendimentos no período carnavalesco.

 

コメント


bottom of page