Petrópolis sem prefeito eleito é comandado pelo presidente da Câmara Municipal

Rio de Janeiro, 02/01/2021

Por Redação GBNEWS

Fotos CMP


Como a cidade de Petrópolis está sem prefeito e dependendo de julgamento da justiça eleitoral que pode convocar novas eleições, o presidente da Câmara Municipal, vereador Hingo Hammes (DEM) assumiu o cargo interinamente. Dependendo da decisão do TSE, os eleitores da Cidade Imperial poderão voltar às urnas para votar o novo prefeito.

Vereador Hingo Hammes comanda a Cidade Imperial aguardando decisão judicial que pode convocar novas eleições


O ex-prefeito Rubens Bomtempo (PSB) venceu a eleição no 2º turno, mas como sua candidatura estava sub judice seus votos constam como “anulados”. Ele recorreu da decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RJ) e agora aguarda o julgamento de sua candidatura pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ainda não há data para o órgão emitir sua decisão.


Enquanto isso, já como prefeito interino, Hingo Hammes pediu o apoio dos demais parlamentares para a administração da cidade e frisou a importância da união de todos na busca de soluções para questões urgentes, como o atendimento a pacientes com sintomas de covid-19.


“É hora de deixarmos de lado qualquer questão político-partidária. Precisamos nos unir, trabalhar para administrar a cidade, garantindo que a população tenha acesso aos serviços públicos”, afirmou.


O compromisso é governar com transparência e diálogo, buscando o apoio de nomes fortes em cada área, que possam contribuir com a administração municipal.


“Sabemos que são muitos os desafios, mas, com independência, serenidade e responsabilidade vamos buscar novas ideias. Queremos colocar em prática ações e projetos que efetivamente façam diferença no dia a dia da população, buscando novos caminhos e corrigindo os rumos sempre que necessário”.

Formação da nova Mesa Diretora de Câmara de Vereadores de Petrópolis


Após a escolha de Hammes, o colegiado elegeu Fred Procópio (PL) como 1º vice-presidente da mesa diretora. Fred vai comandar o legislativo nos próximos meses, até a definição da situação no governo municipal com a possível convocação de novas eleições municipais.


Em seguida, foram eleitos os demais membros da Mesa Diretora, que ficou composta ainda por Junior Coruja (PSD) como 2º vice-presidente, Yuri Moura (PSOL) como 1º secretário e Junior Paixão (DC) como 2º secretário. Ao final da sessão solene, a nova Mesa Diretora empossou o vereador Gil Magno (DC), na vaga deixada pelo vereador Paulo Igor, que faleceu nesta quinta-feira (31/12), vítima da Covid-19.



.