top of page

Pesquisa revela que o Rio de Janeiro é uma das cidades mais "desbocadas" do Brasil

Rio de Janeiro, 22/3/2023

Por Redação GBNEWS

Foto/Ilustração: Divulgação

Seja quando sentimos dor, em momentos de briga ou durante uma partida de futebol, basta um pouco de descontrole para que os famosos “palavrões” apareçam. Eles, na verdade, já são nossos bons conhecidos: dos filmes brasileiros às músicas de funk, não há quem resista a alguns velhos insultos para se expressar melhor. Mas, afinal, quais cidades são consideradas as mais “bocas-sujas” do Brasil? De acordo com um estudo da Preply, não há apenas uma resposta, mas três: Fortaleza, Rio de Janeiro e Brasília são campeões quando o assunto são as palavras de baixo calão. Em seu novo levantamento, a plataforma de idiomas — que já havia divulgado as localidades mais “rudes” e gentis do país —, entrevistou mais de 1.600 residentes de 15 municípios nacionais, que puderam compartilhar em que situações falam mais palavrões, com quem costumam ser mais “desbocados” e quando evitam dizer tais xingamentos. Em seguida, os respondentes tiveram suas respostas compiladas e analisadas, de modo a se calcular o número médio diário de vezes em que as pessoas xingam em cada cidade. Principais conclusões

· No geral, um brasileiro diz de 6 a 7 palavrões diariamente; · Fortaleza, Brasília e Rio de Janeiro são as cidades que mais falam palavrão, com uma média de 8 palavrões por dia; · São Luís é a cidade menos “boca-suja” entre as envolvidas na pesquisa; · Os homens brasileiros xingam com mais frequência (8 vezes por dia) do que as mulheres (5 vezes por dia); · Os brasileiros são mais propensos aos palavrões dentro de casa (47,83%) do que em outras situações; · 56,99% da população se incomoda com a linguagem vulgar de outras pessoas Fortaleza, Rio, Brasília: as cidades mais “desbocadas” do país Embora o sudeste concentre o maior número de “bocas-sujas”, de forma geral, o estudo revelou que cada região do país possui seus bons e maus representantes. Isso porque, segundo os próprios residentes, são três as cidades que se superam quando o assunto é falar palavrões: Fortaleza, Rio de Janeiro e Brasília, todas com uma média de 8 xingamentos diários feitos por alguém. O segundo lugar fica a cargo de São Paulo e Belo Horizonte, com 7 palavrões por dia, enquanto Manaus (6) ocupa o terceiro lugar. Já a maior porcentagem de habitantes incomodados com palavras grosseiras ou ofensivas aparece em São Luís, no Maranhão, cidade cuja média é a mais baixa de toda a pesquisa: apenas 1 palavrão dito por dia.

Metodologia

Entre 2 a 7 de novembro de 2022, foram entrevistados, via Censuswide, 1.639 brasileiros residentes em 15 cidades do país (necessária residência de pelo menos 12 meses no município). Para determinar as localidades que mais xingam, os entrevistados compartilharam o número de vezes que xingam por dia, número posteriormente utilizado para calcular e classificar a média em cada município.

Sobre a Preply

A Preply é uma plataforma online de aprendizagem que conecta milhões de professores nativos a alunos de todo o mundo. A empresa fundada em Kiev, na Ucrânia, e que conta com escritórios em Barcelona, Espanha, já alcançou mais de 140 mil professores que ensinam 50 idiomas em 203 países ao redor do planeta. A solução proporciona uma relevante e eficiente experiência de aprendizado a preços justos. Mensalmente, a Preply realiza pesquisas nas áreas de educação, mercado, estilo de vida e outros temas relevantes para o mundo globalizado.


Kommentare


bottom of page