top of page

“Novembro Negro” em Niterói tem agenda emblemática

Rio de Janeiro, 04/11/2021

Por Redação GBNEWS

O Mês da Consciência Negra será celebrado com uma extensa programação organizada pela Secretaria e a Fundação Municipal de Educação de Niterói. O “Novembro Negro 2021” terá uma agenda emblemática que abordará temas como: a afirmação do povo negro, o combate ao racismo e à intolerância religiosa, e a garantia dos seus direitos.


Ao longo de todo o mês, a Educação promoverá debates, palestras, workshops, mostras, ocupações artísticas e apresentações culturais, tendo como centro a promoção da igualdade e valorização da história do negro no Brasil. A abertura do evento será realizada nesta quinta-feira (4), às 16h, no auditório do Caminho Niemeyer, com transmissão no Facebook Educação Niterói.

O secretário de Educação, Vinicius Wu, destaca que no mês de novembro, Niterói reafirma seu compromisso com o combate ao racismo e a valorização da cultura afro-brasileira e da contribuição dos negros e negras à história do país.

"Este é um mês de celebração, debate sobre políticas públicas, reflexão e de luta. Uma sociedade verdadeiramente democrática não pode ser tolerante com o racismo. É preciso trabalhar para a redução das desigualdades étnico-raciais e enfrentar o racismo estrutural por meio de ações concretas, políticas públicas e da mobilização da sociedade”, reforça o secretário.

A abertura terá a participação do secretário de Educação, Vinicius Wu, a subsecretária de Igualdade Racial de Niterói, Gloria Anselmo, a vereadora Verônica Lima, o fundador da CUFA, Anderson Quack, a professora de sociologia da UFF e pesquisadora do Afro/Cebrap Flávia Rios, e a presidente do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (Compir), Rebecca Vieira. A mediação será da professora da Rede, Caroline de Souza. A apresentação artística ficará por conta do grupo de dança dos alunos da E. M. Levi Carneiro (Sapê), com o tema “Saudação aos Orixás”.

"O Novembro Negro traz consigo a urgência da pauta igualitária em nossa sociedade. Propomos uma agenda emblemática de lutas e mobilizações pela afirmação do povo negro, combate ao racismo, à intolerância religiosa e pela garantia dos direitos", ressaltou Thiago Risso, subsecretário de Projetos Transversais, Cooperação e Articulação Institucional (SSPCA).

Ao longo de todo o mês de novembro será realizado o Webnário “Educação Antirracista, Currículo e Vozes Negras”, com transmissão pelo Facebook Educação Niterói. A atividade foi organizada pela Coordenação de Educação na Diferença (Cedif), vinculada à SSPCA. Os encontros terão a participação de especialistas como a Profa. Ma. Greice Duarte (Coluni/UFF); Profa Dra Léa Tiriba (Unirio); Profa Dra Martha Abreu (UFF); Prof Dr Wilson Cardoso (UFRJ); Profa Dra Iolanda Oliveira (UFF). A coordenadora da Coordenação de Educação na Diferença (Cedif), Cristiane Gonçalves, afirma que a programação tem como objetivo promover uma educação antirracista e aberta para outras formas de pensar o fazer pedagógico.

“Os temas contribuem para pensarmos a produção curricular, as práticas pedagógicas e ações educativas a partir da produção acadêmica de pesquisadores negros e negras, assim como das comunidades tradicionais e seus saberes para compreendermos as infâncias e a educação. Os profissionais de educação da rede serão convidados a socializar seus projetos e ações educativas em desenvolvimento em nossas unidades de educação, mobilizados pelas Leis 10.639/2003 e 11.645/2008. Entendemos que educar contra o racismo é um compromisso de todos”, ressalta Cristiane. Serão realizadas ainda duas oficinas de Educação em Afroperspectiva para os profissionais da rede. No dia 5, às 18h, a Profª. Nini Kemba apresenta Contação de Histórias Pretas, LiteafroInfantil. Inscrições pelo link forms.gle/5yZHCQm6EeaoJV3y8.

Já no dia 23, às 19h, será a vez do Prof. Jefferson dos Santos, com Jogos Matemáticos do Continente Africano. No último dia de programação, dia 30, acontece a II Jornada das Relações Étnico – Raciais e Currículo no Auditório do Caminho Niemeyer. Serão apresentados trabalhos dos professores e pedagogos da rede sobre o tema.

As escolas da Rede Municipal também aderiram a agenda organizando mostras de projetos educacionais e de atividades culturais, para além da educação que realizam em seus cotidianos, voltada aos valores democráticos em luta antirracista e pela valorização dos diferentes modos de expressão e ser e estar no mundo. As Bibliotecas Populares Municipais também organizaram eventos on-line para celebrar a data, com contação de histórias e exibição de documentários.

Como parte da programação, a 2ª Mostra Taturana de Cinema – Democracia e Antirracismo, será realizada entre os dias 11 de novembro e 14 de dezembro nas unidades que atendem alunos de 9º ano do Ensino Fundamental e de Educação de Jovens e Adultos (EJA). A Mostra, organizada pelo Núcleo de Cineclubes de Niterói/Núcleo de Cinema e Educação (NuCiNi), tem o objetivo de exaltar a arte e a cultura negra, além de trazer a máxima de que não é possível discutir sobre a democracia sem combater o racismo. Serão exibidos cinco filmes, entre curtas e longas-metragens. A programação completa está disponível nas redes sociais da Educação Niterói, no Facebook (facebook.com/educacaonit) e no Instagram (@educacaoniteroi).


Comments


bottom of page