top of page

MARAEY Maricá confirma participação no maior evento do setor imobiliário no mundo em Cannes

Rio de Janeiro, 11/3/2022

Por Amanda Barros

O novo bairro de Maricá ocupará uma parte da restinga (foto agência GBNEWS)


MARAEY, o mais importante complexo turístico-residencial sustentável do Brasil, que será desenvolvido em Maricá, tem participação confirmada no MIPIM (Le marché international des professionnels de l’immobilier), principal evento mundial do setor imobiliário. O empreendimento será apresentado ao longo de quatro dias de evento – que acontecerá entre 15 e 18 de março, em Cannes, na França –, em três estandes que representam o Brasil: Prefeitura de Maricá, através da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar); ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos); e Cofeci (Conselho Federal de Corretores de Imóveis). Representando a Prefeitura de Maricá, seguirão o vice-prefeito Diego Zeidan (PT), o secretário de Promoção e Eventos José Alexandre e o presidente da Codemar, Olavo Noleto.


De acordo com o CEO de MARAEY, Emilio Izquierdo Merlo, estar no MIPIM é uma excelente oportunidade para encontrar os mais influentes participantes de todos os setores do mercado imobiliário internacional.

“É um privilégio participar de um evento com esta exposição global. Isso chancela todos os estudos e pesquisas que realizamos para que o Brasil tenha um complexo turístico-residencial altamente sustentável, que será uma referência para o mundo”, afirma Emilio.

O executivo (foto Agência GBNEWS) reforça ainda que o empreendimento será exemplo internacional de investimento responsável, com ampla preocupação socioambiental, através das suas políticas EESG. O projeto, que já conta com premiações e selos de reconhecimento mundial - como o 2021 Leadership Award para América Latina, o selo BIOSPHERE e as pré-certificações Sustainable SITES Initiative GOLD e Geo Sustainable - promete ser uma referência em desenvolvimento sustentável para o país.

“MARAEY será construído em uma área de 840 hectares, com 8,5 km de praia, mas sua ocupação predial será de apenas 6,6% do terreno, a metade do limite permitido pelo Plano de Manejo decretado para a região. O empreendimento terá ainda a 5ª maior Reserva Particular do Patrimônio Natural de Restinga do Brasil. O projeto também abraçará a comunidade local, entregando o título de propriedade para as cerca de 200 famílias que vivem hoje em Zacarias”, completa.

Para Olavo Noleto, Presidente da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar), será muito importante para o município a participação de MARAEY num evento do porte do MIPIM.

“Ficamos impressionados pela grandiosidade do evento, que conta com a presença dos principais players do mercado imobiliário de todo o mundo, de relevantes instituições públicas, representando países, estados e cidades, e dos grandes investidores internacionais. Ficamos felizes pela presença da Prefeitura de Maricá, junto à Codemar, para mostrarmos o impressionante desenvolvimento que está acontecendo no município e, sobretudo, apoiando MARAEY, que será um novo polo turístico e residencial sustentável, desenvolvido a apenas 45 km do Centro do Rio de Janeiro”.

Olavo Noleto em reunião com Emílio Izquierdo


O Diretor de Negócios da ApexBrasil, Lucas Fiuza, reforça que o empreendimento representa o enorme potencial do mercado imobiliário do Brasil, tanto no quesito residencial quanto turístico. “


“Durante o MIPIM pretendemos mostrar aos investidores que consideram vir para o Brasil que a estrutura administrativa do país, bem como a legislação, melhorou consideravelmente o cenário para investimentos. Graças a estas novas políticas, o Brasil conseguiu reduzir significativamente a burocracia e o processo administrativo referente a compra de bens imobiliários por investidores estrangeiros."


João Teodoro da Silva, Presidente do Conselho de Corretores Imobiliários do Brasil, contextualiza que o mercado imobiliário do Brasil se mostrou, ao longo de 2020 e 2021, como um dos drivers macroeconômicos mais importantes do país, resiliente diante dos desafios da pandemia.

“Em 2021, o crescimento das vendas foi de cerca de 22,5% das incorporações e, com novos lançamentos, foi de 37,6%. O crédito imobiliário aumentou 38,6% em relação a 2020. Os especialistas do mercado enxergam uma continuidade dessa trajetória positiva ao longo dos próximos cinco anos. Dentro desse contexto, MARAEY vai impulsionar essa tendência, no segmento de alto padrão e luxo”, afirma.

Residências de primeira ou segunda moradia e mais turismo na Costa do Sol

O projeto Maraey preservará a fauna e flora da Restinga de Maricá


O empreendimento promete ser o melhor destino residencial de alto nível (de primeira ou segunda moradia) da região leste metropolitana, bem como do Estado do Rio. O projeto prevê novas moradias de diferentes tipos: multifamiliar, duplex e casas. Os prédios residenciais têm gabarito máximo de quatro andares, integrando-se de forma não invasiva ao ambiente.


MARAEY tem como objetivo ser um dos principais destinos turísticos da América Latina. Serão quatro hotéis 5 estrelas, que receberão uma média de 300 mil turistas por ano. O primeiro a ser lançado será o Rock in Rio MARAEY Resort, primeiro resort temático da marca do festival no mundo, onde os visitantes desfrutarão das melhores experiências musicais e de entretenimento diante da praia. Além disso, o empreendimento prevê um luxuoso eco-boutique resort, um hotel desenhado para ser o mais icônico resort de convenções à beira-mar do país e o MARAEY Golf Resort, ao redor de um campo de golfe sustentável de padrão internacional de 18 buracos.


Segunda maior reserva de restinga no Estado e a quinta maior do país

A frente ambiental do projeto contará com a criação da segunda maior Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) de restinga do Estado do Rio de Janeiro e a quinta maior do Brasil - com 440 hectares, o que corresponde a mais da metade da área total.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Será realizado um trabalho de recomposição de mais de 165 hectares de vegetação nativa de restinga, ampliando a mancha de vegetação conservada em relação à situação pré-empreendimento. Além disso, os programas de resgate, manejo e monitoramento, somados à criação de um viveiro para a produção de mudas de vegetação nativa, garantirão a preservação das espécies ameaçadas que habitam na Área de Proteção Ambiental (APA) de Maricá.


O projeto inclui, ainda, a inauguração do Instituto MARAEY, um centro de pesquisas ambientais voltado para o estudo e a recuperação da flora e da fauna da restinga e dos demais ecossistemas da região. Os esforços em pesquisa e desenvolvimento ambiental do instituto contam com o apoio de algumas das mais importantes e renomadas universidades do país, como UFRJ, UERJ, UFF, UFRRJ, UFES e FURG.

A responsabilidade social também é um componente indispensável ao empreendimento. A comunidade de pescadores de Zacarias, composta por cerca de 200 famílias, será beneficiada com um processo de regularização fundiária ainda na primeira fase do projeto, com a cessão de título de propriedade e entrega de escritura definitiva aos moradores. Além disso, a comunidade ganhará melhorias de infraestrutura urbana, como saneamento e pavimentação de vias, no mesmo padrão do complexo. MARAEY incentivará, ainda, a cultura e a pesca locais, com programas de recuperação da Lagoa de Maricá, de repovoamento de espécies nativas e de resgate e de divulgação da memória familiar de Zacarias, através da criação da Casa do Pescador Artesanal.


O diretor-executivo do empreendimento, David Galipienzo, dá a medida da importância desses ativos para o projeto:


"As questões ambiental e social são valores fundamentais de MARAEY. Dão sentido ao projeto. Tornaremos realidade o sonho de uma unidade de conservação com status de proteção integral perpétua para a restinga, e daremos título de propriedade e condições à comunidade de Zacarias de resgatar sua cultura de pesca artesanal”.

Investimentos, geração de empregos e tecnologia

Quando entrar em operação, MARAEY vai alavancar a economia com 36 mil novos empregos e geração de R$ 1 bilhão em impostos por ano. O empreendimento terá uma enorme demanda por profissionais qualificados nas áreas de turismo e serviços.

“Para atender a essa necessidade, nós vamos construir uma universidade, modelo único de alto padrão em educação hoteleira, para 700 alunos. E contribuiremos, também, com a criação de um Centro de Formação Técnica, em parceria com a Prefeitura de Maricá, que terá três mil vagas”, diz Izquierdo.

A filosofia do MARAEY é de uma Smart City, com implementação extensiva de Tecnologias da Informação e Comunicação. Edifícios inteligentes e iniciativas de uso equilibrado dos recursos naturais vão minimizar o impacto sobre o meio ambiente. O sistema local de transporte vai usar o modal elétrico, diminuindo a emissão de poluentes do ar. Além disso, o complexo contará com inúmeros pontos de conexão elétrica.

Sobre o MIPIM (Le marché international des professionnels de l’immobilier)

Criado em 1991, o MIPIM é um evento de quatro dias que reúne os mais influentes participantes de todos os setores do mercado imobiliário internacional. O congresso concentra toda a cadeia de valor do setor, com 3.800 expositores de 100 países e cerca de 27 mil participantes. Estarão representados investidores e instituições financeiras, promotores, cidades e autoridades locais, inquilinos, arquitetos e grupos hoteleiros e também pessoas ligadas ao universo da saúde, hospitalidade, logística e indústria, infraestrutura, varejo, lazer e comercial.


Комментарии


bottom of page