top of page

MARAEY e BMW Group Brasil incentivam o uso de veículos elétricos e híbridos em Maricá

Rio de Janeiro, 08/02/2022

Por Amanda Barros

O novo bairro Maraey será instalado numa área da Restinga de Maricá (divulgação)


MARAEY, o principal empreendimento turístico-residencial sustentável do Brasil, acaba de ganhar um importante impulso de energia limpa. O CEO da empresa responsável pelo projeto, Emilio Izquierdo, e o CEO e o Presidente do BMW Group Brasil, Aksel Krieger, assinaram um contrato para promover e priorizar fortemente a utilização de veículos híbridos e elétricos no novo bairro que será formado pelo empreendimento a 45 km do Centro do Rio de Janeiro, no município de Maricá. As duas empresas tratam o acordo como uma experiência inovadora de mobilidade sustentável no desenvolvimento imobiliário de uma importante região do Estado. Em uma área de 840 hectares, dos quais mais da metade será uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), os moradores de MARAEY, NA Restinga de Maricá, contarão com serviços de hospital, escola, universidade, shopping, comércio e escritórios. Nesse sentido, a previsão de uma frota de oito mil carros sustentáveis está em linha com os valores do projeto.


A parceria vai ao encontro do objetivo de MARAEY alcançar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável no Brasil. No caso, o objetivo 11, que prevê Cidades e Comunidades Sustentáveis, no que concerne reduzir o impacto ambiental negativo per capita das cidades, inclusive prestando especial atenção à qualidade do ar.

CEO de Maraey, Emilio Izquierdo (foto arquivo/Agência GBNEWS)


“O acordo com o BMW Group Brasil, pioneiro no desenvolvimento de carros com tecnologia sustentável no país, é de extrema importância para o nosso projeto. Essa teia colaborativa torna real a possibilidade de otimizar a circulação de um número maior de veículos com o mínimo impacto ambiental, priorizando a inovação em mobilidade como ponto crucial para a qualidade de vida de turistas e residentes em MARAEY. Compartilhamos, MARAEY e BMW Group Brasil, valores importantes, tanto no foco pela qualidade e inovação quanto na defesa de valores sustentáveis, que permitam um mundo melhor para gerações futuras”, diz o CEO de MARAEY, Emilio Izquierdo.


Durante 3 anos, prazo de duração do acordo, mediante anuência das concessionárias, há a possibilidade de aquisição com preço especial de carros da marca BMW que oferecem mínimo impacto ambiental, a clientes que adquirirem unidades residenciais em MARAEY, complexo que começará a ser construído no primeiro semestre de 2022 e que tem como uma das frentes prioritárias a mobilidade sustentável.


Um dos diferenciais do acordo com o BMW Group Brasil envolve o fornecimento gratuito, aos primeiros 1.200 moradores que adquirirem os veículos dos modelos híbridos e elétricos da marca, do Wallbox - equipamento da BMW que permite recarregar de forma inteligente, um carro elétrico, assim como se recarrega um smartphone. O objetivo de MARAEY é que, pelo menos, 55% da frota que circulará no complexo seja de veículos elétricos ou híbridos; para isso, o projeto conta com uma infraestrutura para a recarga dos veículos movidos por eletricidade em todo seu território. A instalação do Wallbox deverá ser custeada pelo cliente adquirente.

Para abastecer os veículos, MARAEY disponibilizará postos de recarga em vagas de estacionamento, tanto nas de acesso público, em diversos pontos, quanto em todas as residências.


Um outro recurso sustentável de MARAEY relacionado ao incentivo a veículos “limpos” será o uso de fontes renováveis de energia. Com baixíssimos níveis de emissão de gases poluentes, as fontes alternativas já previstas para o projeto, tais como solar, biogás, geotérmica e eólica, apoiarão também a recarga dos veículos movidos a eletricidade nas áreas comuns do complexo. A estimativa, quando o empreendimento estiver em plena operação, é que mais de 8 mil veículos híbridos e elétricos circulem pelo local.


Chancelas sustentáveis e prêmio de reconhecimento internacional

O compromisso ecológico de MARAEY tem recebido reconhecimento internacional. O empreendimento foi o primeiro destino turístico de iniciativa privada do mundo a assinar com o selo BIOSPHERE na categoria de “Destino Turístico Sustentável”, concedido pelo Responsible Tourism Institute (RTI), uma organização que nasceu com um memorando de entendimento com a UNESCO. Com a certificação, o projeto reforça o compromisso de se desenvolver alinhado aos 17 objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS) e às mais recentes diretrizes da Conferência do Clima de Paris.


O empreendimento também é o primeiro a receber a premiação de reconhecimento mundial 2021 USGBC Leadership Award e o primeiro complexo na categoria de uso misto a receber a pré-certificação Sustainable SITES Initiative na categoria GOLD em toda a América do Sul. Administrado pelo Green Business Certification Inc., o SITES é o mais reconhecido selo do mundo sobre desenvolvimento de comunidades sustentáveis e, entre os critérios avaliados pela chancela, MARAEY recebeu créditos pelo uso de fontes renováveis de energia, sistema de reaproveitamento de água, mobilidade sustentável, preservação da fauna e flora nativas, plano de manejo de material orgânico e criação de uma RPPN, que será a segunda maior do Estado e quinta maior do Brasil, com 440 hectares – mais da metade da área do empreendimento.

Sobre MARAEY

MARAEY será desenvolvido na Costa do Sol, em Maricá. Em seu braço turístico, o empreendimento contará com quatro hotéis cinco estrelas, que receberão uma média de 300 mil turistas por ano. O projeto, que terá a filosofia de uma Smart City, oferecerá ainda novas moradias de diferentes tipologias com serviços integrados como escola, hospital, universidade de hotelaria de padrão internacional, shopping e negócios, além de inúmeras atividades de lazer e esportivas.


Com uma ocupação predial de apenas 6,6% do terreno, dentro dos 840 hectares do empreendimento será criada a segunda maior Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) de restinga do Estado do Rio. E as cerca de 200 famílias de pescadores que vivem na comunidade de Zacarias serão beneficiadas pela regularização fundiária, pela urbanização com o mesmo padrão do empreendimento e pelo incentivo à cultura e à pesca locais.


O investimento privado previsto é da ordem de R$ 11 bilhões, com arrecadação de impostos de R$ 7,2 bilhões durante os primeiros 14 anos (construção e consolidação de vendas) e mais R$ 1 bilhão anual na operação, com geração de 36 mil empregos, quando MARAEY estiver em pleno funcionamento.



Comentarios


bottom of page