top of page

Lula diz que foi “armação de Moro” o plano para atacar o senador e Dino critica politização do fato

Rio de Janeiro, 23/3/2023

Por Redação GBNEWS

Foto: Internet

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou, nesta quinta-feira (23), que desconfia que o plano para atacar o senador Sergio Moro (União/PR) é uma “armação” do ex-juiz da Lava-Jato e ex-ministro da Justiça do governo Bolsonaro (PL). A declaração foi dada pelo petista durante sua visita ao Complexo Naval de Itaguaí, na região metropolitana do Rio, onde está a linha de produção do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub) da Marinha do Brasil. Já o ministro da Justiça de Lula, Flávio Dino, criticou veementemente quem está politizando este fato.


Lula se referiu à operação Sequaz, realizada pela Polícia Federal na quarta-feira (22), que prendeu nove suspeitos de planejarem ataques contra diversas autoridades, entra elas Moro e o promotor de Justiça de São Paulo, Lincoln Gakiya.


A operação foi chancelada pela juíza Gabriela Hardt, que assinou os mandados de prisão e de busca e apreensão cumpridos pela PF.


Ontem, algumas horas após a operação, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, cobrou seriedade de políticos que foram às redes politizar o caso e levantar falsas suspeitas.


— É vil, leviana e descabida qualquer vinculação a esses eventos com a política brasileira. Eu fico realmente espantado com o nível de mau caratismo de quem tenta politizar uma investigação séria. Investigação essa que é tão séria que foi feita em defesa da vida e da integridade de um senador de oposição ao nosso governo — afirmou Dino.


Comments


bottom of page