top of page

Justiça de Cabo Frio condena a 37 anos de prisão Cadu Playboy

Rio de Janeiro, 26/4/2024

Por Redação GBNEWS

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), obteve a condenação de Carlos Eduardo Rocha Freire Barboza, conhecido como Cadu Playboy, a 37 anos, dois meses e 14 dias de prisão, pelos crimes de homicídio consumado duplamente qualificado de Herald Peterson Siqueira, bem como de mais duas tentativas de homicídio duplamente qualificado. A decisão do conselho de jurados perante a 2ª Vara Criminal de Cabo Frio foi proferida na madrugada de quinta-feira (25).

De acordo com a denúncia do MPRJ, o crime ocorreu no dia 05 de maio de 2014, no bairro Pomar, Jacaré, Cabo Frio, durante disputa entre facções rivais pelo controle do tráfico de drogas local. Na época, Cadu Playboy figurava como a principal liderança do tráfico de drogas na Região dos Lagos. O réu participou da audiência por videoconferência em uma unidade prisional em Mato Grosso, onde está preso.

 

O conselho de jurados acolheu integralmente os pedidos do MPRJ ao entender que o crime foi praticado por motivo torpe, uma vez que foi cometido “como forma de demonstração de força e poder perante facção criminosa rival, em razão de disputa pelo controle de drogas na localidade do Jacaré e adjacências”. Reconheceu ainda que o crime foi praticado mediante recurso que dificultou a defesa das vítimas, que foram surpreendidas e não puderam se defender em razão da aproximação repentina do carro de onde partiram os disparos.

Comentarios


bottom of page