top of page

Idealizador do Rio Innovation Week defende acesso à tecnologia para todos

Rio de Janeiro, 04/10/2023

Por Redação GBNEWS

Foto: Divulgação

O futuro do varejo, de modernos market places às tradicionais lojas físicas, passa pelo uso intensivo de tecnologia. Essa é a conclusão do primeiro dia da Conferência Conecta Varejo CNC, realizada na Rio Innovation Week, defendida também pelo presidente da ASSERJ e idealizador do evento, Fábio Queiróz, para quem tecnologia e inovação devem chegar a todos e não ficar em uma caixa longe e da maioria.

Ele anunciou que a edição deste ano conta com mais de 2 mil startups e 30 mil conferências, com mais de 10 mil professores convidados. 60% dos ingressos foram distribuídos gratuitamente.

“Hoje temos quatro pilares que norteiam esse evento de tecnologia: ética, transformação, sustentabilidade e reflexão. A educação permeia todos eles no âmbito do conhecimento. Não existe tecnologia sem educação”, ressaltou Fábio Queiróz.

Governador Cláudio Castro (PL) - (foto Leonardo Fonseca)

A abertura do evento contou ainda com a presença da ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos, do governador do Rio, Cláudio Castro (PL), secretários de estado e do município do Rio e empresários.

O primeiro dia da Conferência Conecta Varejo CNC começou com o debate sobre como tecnologia e inovação podem ajudar o Brasil a ganhar espaço no mercado internacional de turismo. O Conecta é o primeiro e o maior evento de varejo no Brasil, como destacado pela jornalista Letícia de Freitas e Castro, head de Comunicação e Marketing da Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro, entidade organizadora do evento, ao lado da CNC.

“Turismo 4.0. Conectando cultura e Inovação” foi o tema da apresentação do presidente da Embratur, Marcelo Freixo, e do ator e apresentador Fábio Porchat, com intermediação da ensaísta e professora Ivana Bentes, nesta terça-feira (3 de outubro) pela manhã. Porchat, que se identificou como um grande viajante, disse que lamenta muito que, quando conversa com um turista durante suas viagens, encontra muitas pessoas que não conhecem o Brasil. “O Brasil tem 10 países em um só, com tamanha diversidade de cultura, hábitos, gastronomia, mas quando pergunto às pessoas quais países conhecem muitas respondem Argentina ou Colômbia, mas não o Brasil”, lamenta ele.

De janeiro a agosto deste ano o Brasil atraiu quatro milhões de turistas estrangeiros, gerando recursos da ordem de 22 bilhões de reais. “O turismo gera emprego e negócios e, assim, ajuda no crescimento do país”, lembrou o presidente da Embratur. “Nossa grande preocupação é trabalhar o turismo no Brasil com toda sua diversidade. É preciso entender o visitante estrangeiro e buscar maneiras mais profissionais de atrair turistas, de acordo com o perfil de cada país”, explicou Freixo, que tem realizado ações de aproximação com a imprensa estrangeira, levando jornalistas para conhecerem eventos como a festa de Parintins, na Amazônia e o São João, em Caruaru.

Pitch e aula de técnicas de negociação - A empresária Camila Farani foi a terceira palestrante a subir no palco da Conferência Conecta Varejo CNC. Com a apresentação “Negociando com os tubarões”, ela literalmente transformou o palco em um quadro do programa Shark Tank, do qual participa em uma emissora de TV. Antes disso, ela deu dicas valiosas sobre negociação. “A Camila me ensina todos os dias. É minha mentora. Ela afirma que a negociação está entre nós o tempo todo. Se você não sabe negociar, estará em desvantagem em quase todos os aspectos da vida”, citou Fábio Queiróz, Presidente da Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro e idealizador do Rio Innovation Week, ao apresentá-la no palco do Conecta Varejo CNC.

Com uma apresentação descontraída, onde o público interagiu e até foi para o palco, Camila Farani destacou que para saber negociar é preciso treinar, conhecer o oponente, identificar os interesses e ter opções de propostas. Ao final da apresentação ela chamou uma pessoa do público para apresentar um pitch, bem ao estilo do programa Shark Tank. O jovem empresário da Tchibum, na Amazônia, startup de turismo de base comunitária, fez a apresentação no tempo certo – 1 minuto – e a convidou para entrar de sócia. “Negócio Fechado”.

Parceria e tecnologia - Nesta terça-feira também foram apresentados outros assuntos com foco no preparo do varejo para as novas tendências. Em “Estreitando parcerias através de JVC e de olho no shopper a cada ponto de contato”, Antoane Correa, CEO do Supermercado Armazém do Grão; Felipe Votisch, diretor de Trade Marketing e Merchandising da Nestlé; Flávio Pires, diretor comercial da Nestlé; e Igor Albuquerque, diretor de Supply & Planejamento Comercial da Hortifruti, debateram formas como a indústria pode ajudar o varejo na relação com o consumidor com o objetivo de alavancar as vendas.

O uso da tecnologia a favor do varejo foi a apresentação de Luis Jairo de Sousa Jr., Head de TI da Rede Supermarket/Grupo Alvorada. Com a apresentação “A loja não pode parar! Estratégias de TI para sustentar as operações”, ele mostrou que a tecnologia é uma grande aliada do varejo em diversas frentes, como na venda automatizada e no controle de estoque. Ele também participou da palestra seguinte – “Do antigo ao novo: desafios e oportunidades do varejo na era digital”, com Paulo Rebello, gerente de vendas da Sky.one, quando eles falaram de inovações no segmento.

Varejo e bancos: uma união anunciada - Na sexta palestra do dia - “Conectando Comércio e Bancos: A evolução do varejo através da bancarização”, Ignacio Estivariz, head de banco digital do Mercado Pago, e Izis Janote, economista da CNC examinaram a interseção entre comércio e instituições bancárias e apresentaram soluções inovadoras que promovem conexão entre setores, o que está alterando a experiência tanto de compras quanto dos serviços financeiros.

Estivariz acredita que os dois setores caminham juntos. “Hoje dizemos que todo banco quer ter um marketplace e todo marketplace quer ter um banco”, brincou. “Quem se beneficia desses movimentos é o cliente final”. Segundo ele, a evolução das tecnologias utilizadas pelas empresas traz muitas vantagens para o consumidor. “O que precisamos hoje é educar o cliente para que faça uso do crédito de forma consciente e que comece a investir, tanto no mercado tradicional quanto em produtos como criptoativos”.

Outra palestra de destaque foi “Marketing Digital Inovador: Criando Valor Através de Pessoas e Conexões”, com a participação de Elienai Câmara, Chefe de Gabinete, Comunicação e Marketing da CNC, Paula Tebett, especialista em Marketing Digital, e Elbert Beekman, gerente de Marketing da Heineken. A palestra destacou a importância da criação de valor por meio de conexões autênticas e envolvimento com o público, em tópicos como personalização, redes sociais e a influência das interações humanas no cenário digital.

Paula Tebett destacou a importância da criatividade e da inovação no Marketing Digital. “Antes de vender, precisamos gerar confiança. E isso é feito através de conteúdo de valor. O valor é o impacto positivo que você gera nas pessoas”, afirma. “Quando você lança um produto, você não sabe se será um sucesso. Apostamos muito na marca Heineken para que ajude nosso segmento a crescer. O consumidor, hoje em dia, buscar consumir algo mais premium”, explica Elbert Beekman.

Já a palestra “Segurança de Dados”, teve a participação de Luis Jairo de Souza Jr., Head de TI do Grupo Alvorada - Rede Supermarket, e Igor Scarpa, da Arcserve. “Inteligência Artifical nos processos e gestão de perdas” foi a palestra com a participação de Fábio Amorim, CEO do Hortifruti, Walquyria Majeveski, CEO da North Consultoria Empresarial Ltda, e Francis Souza, sócio-diretor da Rio Bonito Orgânicos. "O que não vendemos no Hortifruti gera perda, então precisamos acertar. Hoje em dia conseguimos reduzir toneladas dessas mercadorias que seriam 'descartadas' para venda", afirma Fábio Amorim. "No caso dos orgânicos, até prepararmos a plantação, há toda uma jornada. Temos que pensar em fatores como clima, perfil de consumo, e um sistema que possui todos esses dados. Nossa maior dificuldade é ter dados como os do IA do mercado", explica Francis Souza.

A palestra 'Estratégias de Compartilhamento de Dados Impulsionando a Indústria e o Varejo', com Flavia Takey, SR Director CPG Latam do Mercado Livre, Andrea Andrea Rolim, CEO da Kimberly-Clark e Vanessa Sandrini, Diretora de Varejo JHSF & Fasano, e mediação da painelista Adriana Muratore, consultora na Actavox Consultoria, reuniu líderes da indústria e do varejo para discutir a adoção desta prática, já comprovadamente eficaz na indústria, porém ainda subutilizada no varejo. Foram abordadas novas perspectivas e os desafios desse tema para o futuro dos negócios no segmento.

A Conferência Conecta CNC acontece no Rio Innovation Week, no Pavilhão 3, do Cais do Porto. As palestras e painéis organizados pela ASSERJ têm o objetivo de preparar os empresários para o futuro do varejo e apoiá-los no caminho da inovação. A Conecta Varejo CNC continua até sexta-feira (6 de outubro) no Pavilhão 3, do Cais do Porto.


Comments


bottom of page