top of page

Fracassou a união PDT-PSD e pode fracassar Cláudio Castro com União Brasil

Rio de Janeiro, 11/4/2022

Por: Redação GBNEWS

Numa situação já esperada fracassou a união PSD-PDT. Eduardo Paes (PSD) e Carlos Lupi (PDT) não chegaram a um acordo para a indicação do cabeça de chapa para a disputa do governo do Estado do Rio de Janeiro nas eleições de outubro.


O PDT quer o ex-prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, que na última pesquisa do DataFolha está com 7%. Já o PSD indica o ex-presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, com 3%. Como não chegaram a um denominador comum, cada um segue seu rumo.


Outro impasse é o apoio do União Brasil ao governo de Cláudio Castro, que até o momento não cumpriu todas as exigências do partido. Segundo o prefeito de Belford Roxo e presidente estadual do União, Waguinho, Castro não cumpriu nem a metade dos compromissos assumidos.


Nos próximos dias, todos os deputados estaduais e federais, o presidente nacional Luciano Bivar e seu vice Antônio Rueda, vão se reunir para discutir três hipóteses: apoiar Castro mesmo sem a participação pedida no governo; migrar para outro projeto (Waguinho anda conversando com Rodrigo Neves, do PDT) ou partir para uma candidatura própria.


Enquanto isso, o ex-governador Anthony Garotinho, está percorrendo estado como pré-candidato ao governo fluminense pelo União Brasil. Numa das situações da pesquisa do DataFolha, Garotinho está atrás do deputado federal Marcelo Freixo (PSB) e do governador Cláudio Castro (PL).


O União Brasil terá a maior fatia do bolo do fundo eleitoral e maior tempo no horário gratuito eleitoral no rádio e TV.


Comentarios


bottom of page