top of page

"Filhos da puta", assim se referiu o prefeito de São Gonçalo a Maricá e Niterói

Rio de Janeiro, 18/10/2022

Por Redação GBNEWS

Foto: Rede Social/Internet

Capitão Nelson faz discurso duro ao lado do Capitão Bolsonaro


O presidente Jair Bolsonaro (PL) que foi fazer comício em São Gonçalo em busca de mais votos para a sua reeleição, deve ter deixado a cidade frustrado graças ao descalabro do prefeito anfitrião Capitão Nelson (PL). Prefeito e ex-prefeito de Maricá se manifestaram e até o momento, o de Niterói, Axel Grael (PDT), não se pronunciou.


Em seu pronunciamento diante de uma multidão em Alcântara, Capitão Nelson Ruas se referiu a Maricá e Niterói como cidades de filhos da puta.


“Nós estamos numa briga ferrenha com os municípios de Maricá e Niterói por conta dos Royalties do Petróleo. Eles são um bando de filhos da puta que estão brigando com São Gonçalo”, declarou Capitão Nelson, que foi ovacionado em seguida, mas diante de um Bolsonaro surpreso com o que ouviu.

O Capitão Nelson Ruas disse que vai recorrer em todas as instâncias jurídicas para garantir que São Gonçalo recebe uma fatia maior dos royalties do petróleo.


O prefeito de Maricá, Fabiano Horta (PT), nas redes sociais disse que é assim que Bolsonaro e seus comparsas pensam e tratam Maricá. Ódio e desrespeito como PRINCÍPIOS! “Dia 30 o povo de Maricá responderá! Lula 13! Viva o AMOR e a AMIZADE que une os povos de Maricá e São Gonçalo!” concluiu Horta.


Também nas redes sociais, o vice-presidente nacional do PT, ex-prefeito de Maricá e deputado federal eleito com mais de 100 mil votos, Washington Quaquá, também se manifestou sobre as declarações de Nelson Ruas.


Os capitães do mato xingando o povo de Maricá e de São Gonçalo! Os vagabundos, queriam desviar 20% do dinheiro pra escritórios de advocacia, para tirar do povo e botar em bolsos alheios! Vamos tratar de melhorar os orçamentos públicos das cidades com Leis e com seriedade! Chega de Malandragem! Fora capitães do mato! Fora Bolsonaro!



O ex-presidente Lula estará em São Gonçalo depois de amanhã, quinta-feira. A concentração será às 11 horas na Praça Zé Garoto.


bottom of page