top of page

Festival do Camarão em Cabo Frio tem apoio do Instituto Onda Azul

Rio de Janeiro, 12/10/2022

Por Redação GBNEWS

O Instituto Onda Azul, com apoio da Petrobras, estará presente na 16ª edição do Festival do Camarão, a partir desta quinta-feira, na Praia do Siqueira, em Cabo Frio. A organização do evento estima que mais de 5 mil pessoas participem do festival, que contará com mais de 30 barraquinhas com iguarias salgadas - com o crustáceo como carro-chefe -, doces e artesanatos. O evento vai até o dia 16 (domingo), com livre acesso ao público, sempre a partir do meio-dia (exceção do dia de estreia, quando começa às 18h).


O Onda Azul lançou, há um mês, o projeto socioambiental “Uso Sustentável dos Sistemas Lagunares”, com foco na capacitação de pescadores de Maricá, Cabo Frio, Saquarema e São Pedro da Aldeia. O programa vai beneficiar, até meados de 2024, 800 pescadores, e é sustentado por três eixos: Pesca Sustentável e Qualidade de Vida, Turismo de Base Comunitária e Desenvolvimento Econômico e Fortalecimento Comunitário.


“Consideramos importante prestigiar e acompanhar a realização do festival, por entender que esse evento representa a força comunitária dos pescadores da Praia do Siqueira, aliando a atividade a um importante empreendedorismo”, destaca o diretor do Onda Azul, André Esteves. “Estaremos juntos com os vendedores, para que possamos, juntos, pensar em estratégias conjuntas. Aproveitaremos o festival para realizar pesquisas com os barraqueiros”.


Maria Nazareth (Bia), 63 anos, artesã, nascida e criada na Praia do Siqueira, organizadora do festival, aposta num grande sucesso. Ela estima que até 5 mil quilos de camarão sejam vendidos: “O apoio do projeto Sistemas Lagunares é fundamental para darmos mais visibilidade a esse momento de confraternização”.


O Instituto Onda Azul é uma organização não governamental sem fins lucrativos especializada em gestão de projetos socioambientais, fundada no Rio, em 2006. Entre as ações do projeto USSL, estão educação ambiental, economia criativa, produção científica e capacitação no manejo do pescado e comercialização, com foco na geração de renda. Um site reunindo informações sobre os arranjos turísticos sustentáveis dos cinco locais, a formação de redes de mulheres pescadoras e a publicação de um livro reunindo os processos do projeto estão entre as entregas.




bottom of page