Eleição 2022: Família Garotinho com um pé no PSL

Rio de Janeiro, 18/7/2021

Por Gilson Barcellos

Ex-governadores Garotinho e Rosinha, deputada federal Clarissa e o irmão prefeito de Campos Wladimir


Tudo leva a crer que o ex-governador Anthony Garotinho (sem partido) e a filha, deputada federal Clarissa (PROS), disputem as eleições de 2022 pelo PSL. As conversações estão bem adiantadas. Será que um dos dois disputará à sucessão do governador Cláudio Castro (PL)?


Em entrevista a Sidney Rezende, em O Dia, Clarissa falou que tudo depende do destino de Garotinho que tenta reverter na Justiça os danos causados a ele, por causa da perseguição que sofreu após denunciar o grupo do ex-governador Sérgio Cabral (MDB) à Procuradoria Geral da República.


“Para você ter uma ideia, o grupo de Cabral e Picciani intercedeu, inúmeras vezes, em partidos políticos onde tinha influência para tentar impedir que minha família ingressasse em seus quadros. Só nos restaram as legendas menores. Em 2022, o cenário será outro: o PSL tem um bom tempo de TV e estrutura necessária para uma disputa mais justa”, disse a deputada.


Quanto ao irmão, Wladimir Garotinho (PSD), não está pensando em mudar de legenda já que não disputará as eleições do ano que vem, o mesmo acontecendo com a mãe, a ex-governadora Rosinha (sem partido).