top of page

Eleição 2022: de olho na abertura da janela partidária

Rio de Janeiro, 20/12/2021

Por Gilson Barcellos

Os políticos estão se movimentando para as eleições de 2022. Na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), alguns parlamentares estão de olho na abertura da janela partidária que acontece em março para trocar de partido sem perder o mandato. Tem também político que quer trocar o Rio de Janeiro por Brasília.


Ex-prefeito de Duque de Caxias, José Camilo Zito, está de volta à política partidária. É pré-candidato a deputado federal. Forte politicamente na Baixada Fluminense, Zito vai beliscar uns votinhos em Maricá, onde tem casa há 30 anos em Itaipuaçu. Já sua filha, a ex-deputada federal Andréia Zito (PSD), pode tentar uma cadeira na Alerj.


O deputado estadual petista Waldeck Carneiro, com reduto eleitoral em Niterói, deve disputar uma cadeira da Câmara Federal com a camisa do PSB. O ex-prefeito de Resende, Noel de Carvalho, pode deixar o ninho tucano e ir também para o partido dos deputados Alessandro Molon (federal) e Carlos Minc (estadual). Aliás, após decisões judiciais, neste domingo (19), o deputado estadual Rubens Bomtempo (PSB), finalmente tomou posse como prefeito de Petrópolis. Para engrossar a fileira do partido, Eliomar Coelho, do PSOL, espera somente a abertura da janela partidária.


O PSL que elegeu o presidente Jair Bolsonaro, deve sofrer uma debandada no Rio de Janeiro. Após ter feito a maior bancada da Alerj com 12 parlamentares, todos marinheiros de primeira viagem, sofreu um racha. Alguns deputados federais e estaduais devem ir para o Partido Liberal (PL), que recebeu recentemente as filiações do presidente da República e do filho, senador Flávio Bolsonaro.


O PL/Rio, conta com o governador Cláudio Castro e Jair Bolsonaro (que disputarão a reeleição), com os três senadores Flávio, Carlos Portinho e Romário Farias (disputará a reeleição) e cerca de 35 dos 92 prefeitos fluminenses, filiados ao partido. Alguns prefeitos de outros partidos já declararam apoio à reeleição de Cláudio Castro.


Como a política é muito dinâmica, até outubro de 2022 muita coisa pode acontecer.


Yorumlar


bottom of page