Dimas Gadelha deixa o PT e secretaria de Maricá e vai para o PDT e assume secretaria em Niterói

Rio de Janeiro, 09/10/2021

Por Gilson Barcellos


O ex-prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), pré-candidato ao governo do Estado, convidou o médico sanitarista e ex-secretário de Saúde, Dimas Gadelha para deixar o PT e se filiar ao seu partido, para disputar uma cadeira na Câmara Federal em 2022. Além disso, Gadelha teria maior visibilidade agora, porque pode assumir a Secretaria de Governo de Niterói, cidade governada por Axel Grael (PDT), afilhado político de Neves.

Numa disputa acirrada Dimas perdeu a eleição em SG para o capitão Nelson (PL)


Nas eleições do ano passado pela prefeitura de São Gonçalo e com toda a máquina do PT, Gadelha ficou em segundo lugar com 183 mil votos que, agora, também podem alavancar as candidaturas de Neves, e de Ciro Gomes à presidência da República. São Gonçalo é o segundo maior colégio eleitoral do Estado do Rio perdendo apenas para a capital.


Quando perdeu a eleição em São Gonçalo, Dimas Gadelha foi acolhido em Maricá, cidade governada pelo PT desde 2008, com a Secretaria de Gestão de Metas criada para ele.


O PDT fundado por Leonel Brizola nas eleições de 2018 não foi bem. Elegeu para a Câmara Federal somente Chico D’Angelo e Paulo Ramos.


Rodrigo Neves está em Portugal para receber o certificado de doutorado em Coimbra. Retorna semana que vem ao Brasil e a partir do dia 20, acompanhará o presidenciável Ciro Gomes pelo interior fluminense.


Tentamos desde esta sexta-feira (08) um contato com Dimas Gadelha através do WhatsApp, mas não tivemos retorno até o início da tarde deste sábado (09).