Deputada federal Flordelis (PSD-RJ) a um passo da cassação do mandato

Rio de Janeiro, 08/6/2021

Por Redação GBNEWS

Independente de perder ou não o mandato de deputada Flordelis responde a processo criminal acusada de ser a mandante do assassinato do marido


Reunido nesta terça-feira (08), o Conselho de Ética da Câmara Federal decidiu por 16 votos a 1, cassar o mandato da deputada Flordelis (PSD-RJ). Ela é acusada de ser mandante do assassinato do marido pastor Anderson do Carmo, na casa do casal em Niterói, em junho de 2019.


A cassação ainda depende de votação do plenário da Câmara, que precisa aprovar parecer por 257 votos.


Os parlamentares aprovaram o relatório do deputado Alexandre Leite (DEM-SP) e o único contra a cassação de Flordelis, foi Márcio Labre, do PSL do Rio de Janeiro.


Quem decidirá pela cassação ou não do mandato da deputada do Rio de Janeiro é o plenário da Câmara. São necessários 257 votos, ou seja, maioria absoluta dos deputados.


A data da votação ainda não foi marcada e Flordelis pode recorrer à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).


"Estou sendo julgada por uma Câmara que tem 50 Deputados Federais que respondem a processos criminais na Justiça, o que representa 10% do total de Parlamentares da Câmara (513)", disse Flordelis.