top of page

Coordenadoria de Proteção Animal de Maricá leva teatro para crianças do CEIM Ondina de Oliveira

Rio de Janeiro, 13/4/2023

Por Redação GBNEWS

Fotos: Clarildo Menezes

A Coordenadoria Especial de Proteção Animal realizou nesta quarta-feira (12) uma atividade lúdica com crianças do Pré I e Pré II (4 e 5 anos) do CEIM Ondina de Oliveira, no Flamengo. A iniciativa faz parte do “Abril Laranja”, criado pela Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade contra os Animais (ASPCA) para conscientizar e sensibilizar as pessoas sobre o tema. A ação acontecerá em todas as 65 escolas do município ao longo do mês de abril e conta com atores que se caracterizam de animais e apresentam histórias em forma de peça infantil, abordando temas sobre respeito e cuidados com a saúde dos bichos.

A diretora da unidade, Karina Figueira, aprovou a atividade que envolveu dezenas de crianças. “É desde pequeno que conseguimos sensibilizar as crianças para terem respeito aos animais. É nessa faixa etária que a gente pode fazer com que esses projetos evoluam para que, depois de adultos, essas crianças não corram o risco de maltratarem algum animal”, afirmou. Integrante do grupo de teatro, Andrew Tavares, falou sobre a forma lúdica encontrada para passar a informação para a criançada. “Maricá tem a rede de proteção animal, oferecemos ajuda aos nossos protetores e temos a nossa feira de adoção. Esse trabalho na escola é muito bom”, disse o ator, que também é membro da equipe da Coordenadoria de Proteção Animal.

Um dos que curtiam a peça era Bernardo Pietro dos Santos, de 4 anos. “Isso é muito legal. Estou brincando e me divertindo muito com eles”, falou. Elis Helena Ferreira, de 5 anos, contou que a personagem “gata” chamou mais a sua atenção. “O gato é meu animal preferido porque eu tenho duas gatinhas em casa: Amora e Cacau. A mãe delas foi atropelada e resolvemos adotar”, falou. Mumbuca para cães e gatos Criado em dezembro de 2022, o programa Mumbucão é um auxílio financeiro que será concedido a protetores adotantes de cães e gatos comprarem medicamentos, vacinas e ração para os animais. O valor varia de 70 mumbucas (equivalente a 70 reais) para animal de pequeno porte; 100 mumbucas (100 reais) para os de médio porte; e 130 mumbucas (130 reais) para os de grande porte. O valor será limitado a 1.300 mumbucas e 10 animais por pessoa, pago por até um ano. Os protetores atuam no resgate e disponibilização de cães e gatos para a adoção fornecendo lar temporário, cuidando da saúde e participando de programas de controle reprodutivo do município. Para participar, eles deverão residir na cidade há pelo menos três anos, estar cadastrados na Coordenadoria, que fará visitas periódicas para avaliação das condições do espaço, abrigo, salubridade, alimentação, saúde e estabelecer os números de animais por espécies (cães e gatos) e condições adequadas que garantam o bem-estar dos animais e das pessoas residentes no local. No caso dos adotantes, apenas os cadastrados no CadÚnico terão direito ao benefício. O beneficiário deverá cumprir uma série de requisitos: ser maior de 18 anos, estar em dia com as obrigações civis e militares, não responder a crimes praticados contra animais, a administração pública e meio ambiente e não estar privado da liberdade por motivo de doenças ou sanções penais.


Commentaires


bottom of page