top of page

Comitiva de Niterói conhece programas habitacionais de Maricá

Rio de Janeiro, 12/01/2024

Por Redação GBNEWS

Fotos: Elsson Campos

A Secretaria de Habitação e Assentamentos Humanos de Maricá recebeu nesta sexta-feira (12) uma comitiva da Prefeitura de Niterói, que esteve na cidade para conhecer o trabalho desenvolvido no município com seus programas habitacionais.

 

Além de uma apresentação detalhada com análise de croquis de residências, o grupo aprendeu um pouco mais sobre o programa de melhorias habitacionais, orçamentos, leis que permitem o investimento em áreas privadas, seguindo critérios pré-determinados para atender as pessoas que mais precisam, além de termo de referência, atas, quantidade de profissionais envolvidos nos processos e estudos desenvolvidos tendo como base a geografia da cidade.

A visita contou ainda com uma ida ao loteamento Manu Manuela, em São José do Imbassaí, onde sete casas que apresentavam problemas no solo, de umidade, pintura, esquadria ou até mesmo alguma estrutura rachada, estão sendo reparadas na Rua Catumbi. Na Fazenda Inoã está sendo feito um levantamento de 20 imóveis a serem reformados a partir da segunda quinzena de janeiro e Itaipuaçu, onde os imóveis já foram entregues.

Coordenador do setor de engenharia e arquitetura de Maricá, Yuri Ricardo de Melo falou sobre e a sensação de dever cumprido. “A gente trabalha para poder atender à população maricaense e se isso está sendo visto por outros municípios quer dizer que o trabalho está seguindo conforme o esperado”, avaliou.Secretário de Habitação e Regularização Fundiária de Niterói, José Carlos Freire, falou sobre a importância dessa troca de experiências.


“Eu entendo que os municípios da região metropolitana têm que ter uma ação articulada em conjunto, porque muitos dos nossos problemas são comuns. Se Niterói não tem uma política habitacional consequente, ele vai empurrar pessoas para Maricá e vice-versa. Então, nós conhecermos os trabalhos uns dos outros, aprendermos com as virtudes e evitarmos os erros vai nos ajudar a ter um resultado muito melhor. Conhecer a experiência de Maricá é fundamental para nós em termos de desenvolvimento e crescimento”, disse o secretário, que convidou a equipe do município para conhecer as ações da política habitacional de Niterói.

Entre as casas que vão receber melhorias está a de Vitória Silva, 21 anos.  “Minha casa está precisando muito, porque tem cheiro de mofo e, quando chove, alaga. O pior é quando entra água porque acaba com tudo. Até o berço da minha filha eu tive que jogar fora porque molhou com a água da chuva e inchou a madeira. Então, é a realização de um sonho, porque eu não terei como fazer nenhuma obra aqui”, contou.

 

“A proposta é abrir mais essa casa de forma que ela tenha mais entrada de iluminação e uma ventilação melhor, porque aqui já tem um quarto bem grande, uma sala pequena e uma cozinha sem muita iluminação. Para isso, faremos uma modificação na posição do banheiro, removeremos algumas paredes, abriremos janelas, subiremos o telhado. Além disso, vamos subir o piso porque quando chove a água da rua retorna causando infiltração e refazer toda a parte elétrica da casa”, explicou o arquiteto Edson Lima.

 

Comentarios


bottom of page