top of page

Câmara quer que todos de Petrópolis tenham acesso ao saque do FGTS por causa do temporal

Rio de Janeiro, 07/3/2022

Por Redação GBNEWS

Foto: Divulgação/CMP

Vereadora Gilda Beatriz quer que todos , sem exceção, tenha acesso a liberação do saque do FGTS


A Câmara de Vereadores da Cidade Imperial aprovou indicação da vereadora Gilda Beatriz (PSD) solicitando que a Prefeitura inclua todo o território de Petrópolis como área afetada pela chuva do último dia 15 em documento que precisa ser encaminhado à Caixa Econômica Federal, para efeito de liberação do chamado Saque Calamidade do FGTS. A medida tem como objetivo garantir que todos no município tenham o direito de sacar o valor máximo de R$ 6.220,00, previsto nesta modalidade de saque.


Até o momento, a Defesa Civil registrou junto à Caixa Econômica Federal as regiões do Alto da Serra, Chácara Flora, Castelânea, Saldanha Marinho, São Sebastião, Siméria e Floresta. Em outras regiões, como Caxambu, Centro e Coronel Veiga, foram cadastradas ruas afetadas. Segundo o governo municipal, outras regiões ainda serão inseridas.


“Estamos falando da maior tragédia da cidade. Todos foram afetados, direta ou indiretamente, pelos efeitos da chuva. Uns perderam familiares, vizinhos e parentes, outro perderam suas casas, outros ficaram impossibilitados de trabalhar. Áreas não afetadas diretamente também sentiram os efeitos, já que a cidade praticamente parou. Comércios ficaram sem compradores. Hotéis e pousadas, sem hóspedes. É preciso levar isso em conta. Os impactos são enormes”, detalhou Gilda Beatriz. Presidente da Câmara Municipal de Petrópolis, vereador Hingo Hammes (União Brasil), lembrou que a liberação dos recursos do FGTS, além de ser essencial àqueles que foram atingidos pela chuva, representará importante injeção de recursos na economia do município. “Todos fomos, de alguma forma, atingidos por esta tragédia”, lembrou. A Indicação, agora, será encaminhada ao poder executivo, responsável pelo levantamento das áreas atingidas pela chuva e pelo envio dos dados à Caixa Econômica Federal.


Comentarios


bottom of page