Câmara aprova projeto que atualiza lei dos guias de turismo de Petrópolis

Rio de Janeiro, 09/6/2021

Por Redação GBNEWS

Foto: Ascom/CMP

Guias de Turismo acompanharam a votação na Câmara da Cidade Imperial


A Câmara Municipal aprovou com 14 votos, em primeira e segunda discussões, o projeto de lei que atualiza a Lei 6.693/09 e determina a obrigatoriedade da presença de guias de turismo nos grupos que visitam Petrópolis. A autoria do projeto é compartilhada entre os membros da Comissão Permanente de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Turismo da Casa, vereadores Eduardo do Blog (REP), Gil Magno (DC) e Octavio Sampaio (PSL).

A proposta traz três avanços para a categoria. Pelo texto aprovado, os guias devem ser devidamente credenciados pelo Ministério do Turismo na categoria regional RJ. O rol de excursões agora são obrigados a terem guias incluídos em todas organizadas por pessoas físicas, jurídicas, de forma autônoma ou coletiva, tais como escolas, universidades, empresas, igrejas, ONGs e órgãos públicos. Além disso, ficam isentos veículos de transporte com destino específico para compras nos polos de moda de Petrópolis. - O projeto corrige uma distorção e valoriza o turismo, uma das locomotivas de nossa economia –, comenta o vereador Gil Magno. Já Eduardo do Blog explica que o projeto de lei veio dos próprios guia de turismo. “Estamos apenas representando a categoria, provando que participar mais do dia-a-dia do legislativo traz vitórias”, comenta. Já o vereador Octavio Sampaio lembrou que o turismo é uma das prioridades de seu mandato, lembrando que a primeira reunião que participou após a eleição foi justamente com os guias da cidade. “Tive a oportunidade de conhecer as demandas da categoria e, aos poucos, vamos cumprir os nossos compromissos”, relatou. O projeto é resultado da luta da Associação dos Guias de Turismo de Petrópolis.

“Nossa profissão é a única regulamentada do turismo nacional e merece respeito, pois somos os embaixadores do destino turístico e movimentamos a economia da cidade através do nosso trabalho”, defende a guia Ana Beatriz. O projeto aguarda parecer do Executivo.