top of page

Bares e restaurantes somam 1 milhão de vagas em 12 meses e pretendem abrir mais 100 mil postos

Rio de Janeiro, 24/8/2022

Por Redação GBNEWS

Uma pesquisa divulgada pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) mostra que 35% dos empresários do setor pretendem fazer contratações no segundo semestre deste ano, somando mais cem mil postos de trabalho após um acúmulo de 1 milhão de novas vagas nos últimos doze meses.

O levantamento também mostra que, em junho, os bares e restaurantes chegaram ao melhor resultado de 2022, com 37% deles com lucro no mês, contra 35% em maio. No entanto, 26% ainda ficam no vermelho, contra 29% no mês anterior. Outros 37% estão com o orçamento em equilíbrio.


Para o CEO da Worc, plataforma de empregabilidade voltada para bares e restaurantes e que conecta digitalmente empregador e empregado, esse ano será um dos mais promissores para o setor, tendo em vista a melhora no poder de compra do brasileiro.


"O setor do foodservice é um dos que cresce de maneira mais consistente nas últimas décadas, mesmo durante crises Em 2022, observamos um aumento de mais de 1.000% no volume de vagas disponibilizadas dentro da plataforma da Worc e impactamos mais de 300.000 famílias. Este número tende a triplicar durante o segundo semestre", completa o empresário Alex Apter.


Com taxa de desemprego em queda e chegando a 9,3% no trimestre entre abril e junho, somado à ampliação da parcela do Auxílio Brasil para R$ 600, o impacto torna-se positivo para o segmento de bares e restaurantes, que agora espera mais movimentação de dinheiro pelo país e, consequentemente, entrando no setor de alimentação.


Outro fator positivo para a movimentação do comércio no setor de foodservice é a Copa do Mundo, que também promete alavancar os lucros de bares e restaurantes acima da média para o período e criando possibilidade de conter prejuízos neste ano.

Para Alex Apter os grandes eventos têm impacto positivo no segmento. O número de vagas abertas salta e as chances de contratação temporária intensificam-se.


"O setor do foodservice tem horários de pico e, inclusive, temporadas de pico, como veremos com a Copa do Mundo. Após a última reforma trabalhista, o modelo de contratação de intermitentes para suprir as altas demandas dos horários de pico sem inflar demais a folha tem se tornado cada vez mais uma tendência. A Worc é pioneira em oferecer Equipe na nuvem para o foodservice otimizar sua equipe", completa Alex, Ceo da Worc.


Para ter acesso às vagas na plataforma da Worc basta acessar https://worc.com.br/home e se cadastrar de forma online nas inúmeras vagas abertas. Os principais cargos são para cozinheiro, bartender, garçom, atendente de salão e sushiman. A Worc conecta empregador e empregado de forma prática e ágil, aderindo ao processo de consciência e propósito organizacional.


Sobre a Worc

Startup de empregabilidade, gestão e desenvolvimento de pessoas para o foodservice. Baseada em pilares como responsabilidade social, propósito e empregabilidade e com uso de algoritmos avançados e próprios de inteligência artificial, a plataforma garante o melhor e mais rápido match entre os estabelecimentos do foodservice e os candidatos, para trabalhos fixos ou sob demanda. Com mais de 300 mil candidatos cadastrados na base, a Worc já atraiu investidores e agora pretende expandir ainda mais sua atuação no país.


Comments


bottom of page