top of page

Análise do IFec RJ mostra que economia do Rio cresceu mais que a do país

Rio de Janeiro, 22/5/2024

Po Redação GBNEWS

Análise feita pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec RJ), com base no Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC), de março de 2024, revela que a economia do estado do Rio registrou crescimento, agora de 0,42% em relação a fevereiro na série livre de efeitos sazonais, enquanto o dado nacional caiu 0,34%.

 

O desempenho foi positivo na comparação interanual, apresentando crescimento de 3,20% frente a março de 2023. De acordo com o IFec RJ, o índice no estado acumula variação de 4,83% em 2024 e de 4,79% nos últimos 12 meses, mais que o dobro observado no país.

 

“Para manter o crescimento e, no caso do Brasil, retomar a tendência positiva precisamos dos juros baixos, que ainda estão em níveis bem restritivos”, concluiu o diretor-executivo do IFec RJ, João Gomes.

 

Sobre a Fecomércio RJ

 

Reúne 59 sindicatos patronais, líderes empresariais, especialistas e consultores com o objetivo de fomentar o desenvolvimento dos negócios no setor do comércio de bens, serviços e turismo no estado do Rio de Janeiro. Desenvolve soluções, pesquisas e disponibiliza conteúdo sobre questões que impactam a vida do empreendedor e colaboram nas decisões dos gestores públicos. Representa mais de 286 mil estabelecimentos, que respondem por 2/3 da atividade econômica do estado e 70% dos estabelecimentos, gerando mais de 1,8 milhão de empregos formais, que equivalem a 61% dos postos de trabalho no estado. Através do Serviço Social do Comércio (Sesc RJ) atua em assistência social, cultura, educação, lazer e saúde aos comerciários e população carente, enquanto o Serviço Nacional de Aprendizagem Comércio (Senac RJ) promove educação profissional voltada para o setor.

 

A Fecomércio RJ e o Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec RJ) são signatários do Pacto Global da ONU. Ao terem suas adesões oficializadas pelo organismo internacional, as duas Casas se comprometem com os dez princípios universais derivados da Declaração Universal dos Direitos Humanos, da Declaração da Organização Internacional do Trabalho sobre Princípios e Direitos Fundamentais do Trabalho, da Declaração do Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, e da Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção, se alinhando aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que integram a Agenda 2030.

 

ความคิดเห็น


bottom of page