top of page

Aeroporto de Maricá recebe treinamento aeromédico sobre segurança operacional

Rio de Janeiro,12/12/2023

Por Redação GBNEWS

Fotos: Leonardo Fonseca

Com objetivo de capacitar os funcionários da saúde na segurança de aproximação de voo do transporte aeromédico, o Aeroporto de Maricá recebeu o treinamento “Curso Segurança Operacional em Voo de asa rotativa”. A capacitação teve a participação dos profissionais do Aeroporto de Maricá e do Hospital Municipal Conde Modesto Leal.


O treinamento foi dividido em duas partes: a teórica, com a explicação sobre a importância do curso; e a prática, que contou com a aeronave esquilo da empresa Ambipar. Segundo o superintendente Operacional da Codemar, Isaac Nascimento, a capacitação ajuda a aumentar ainda mais o nível de segurança do aeroporto.


“É importante que os nossos profissionais de saúde – tanto os colaboradores da ambulância do aeroporto, quanto os do posto de enfermagem – saibam como se posicionar em um eventual trabalho aeromédico”, explica.


Treinamento


A equipe que ministrou o treinamento foi composta pela diretora-médica Isabela Duarte, a diretora comercial Bruna Cavalheiro, o gerente de Operações Ricardo Herter, e o operador tático Antônio Melo.


“O treinamento foi uma parceria com a coordenação e a direção do Aeroporto pela perspectiva de aumento de atendimento aeromédico.  O objetivo é ensinar aos funcionários a se aproximar corretamente de uma aeronave e como se comportar diante desse cenário”, afirma a diretora-médica Isabela Duarte.


A profissional explica que quem trabalha como aeromédico muitas vezes presencia acidentes relacionados à falta de capacitação sobre segurança e posicionamento perante a aeronave.


“Às vezes, o colega é um excelente profissional na área médica, mas não tem noção do perigo de aproximação, de quais são os pontos que ele pode chegar e como se posicionar corretamente. Por isso, o treinamento é fundamental, para desenvolver uma maior qualidade e segurança no serviço de todos os colaboradores que estão participando”, finaliza Isabela Duarte.



 

bottom of page