top of page

Aeroporto de Maricá recebe primeiro voo com passageiros

Rio de Janeiro, 25/5/2023

Por Gilson Barcellos

Fotos: Agência GBNEWS

Avião foi batizado no voo inaugural no Aeroporto Municipal de Maricá


O Aeroporto Municipal de Maricá operado pela autarquia CODEMAR, recebeu no primeiro minuto da tarde desta quinta-feira(25), o primeiro voo da Azul Conecta com passageiros. O voo OS-CNT tocou o solo maricaense procedente do Aeroporto de Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio, após 20 minutos de decolagem. Entre os passageiros, o prefeito Fabiano Horta (PT); o presidente da Codemar, Hamilton Lacerda; representantes da Companhia Aérea Azul; os deputados estaduais Zeidan e Renato Machado; o deputado federal Washington Quaquá; e, num ato de discriminação com a mídia local, uma equipe de TV afiliada da Plim-Plim.

As autoridades desembarcaram e ficaram a disposição da equipe da filiada da Plim Plim e das assessorias da Prefeitura e Codemar para entrevistas


A Azul Conecta ligará Maricá a São Paulo, Minas Gerais e Brasília com possibilidade de fazer conexão internacional para Lisboa, entre outros destinos. O aeroporto que já recebe voos regulares offshore da Omni Táxi Aéreo, também assinou protocolo de intenções com a Líder Táxi Aéreo, que vai ofertar voos para plataformas da Bacia de Santos.

Prefeito Fabiano Horta que sempre respeitou a imprensa local, em seu pronunciamento falou sobre este primeiro voo com passageiros “Agradeço muito a confiança da Azul e da Líder. É um marco histórico na nossa cidade. No dia de hoje a gente celebra uma vitória marcada por um conjunto de decisões importantes e de coragem política. Um batismo aeronáutico se dá na nossa pista, demarcando toda uma dinâmica do futuro e com uma dimensão que vai dialogar com a economia brasileira, que vai dar a Maricá o protagonismo”, disse o prefeito Fabiano Horta. Tarifa social O prefeito também anunciou um programa de tarifa social para pessoas contempladas por programas sociais do município. O mecanismo será usado nos voos da Azul Conecta, que vão começar a operar a partir de janeiro de 2024 para o público em geral. “A tarifa social, segundo um primeiro estudo, deve estar em torno de 460 mumbucas (moeda social de Maricá) para fazer o translado para São Paulo e para Brasília, por exemplo. É importante fazer o diálogo da inclusão social de permitir que as pessoas possam se deslocar em voos a partir de Maricá. Fundamental para a construção de cidade solidária que a gente faz”, frisou.


Descaso


A mídia local, que cobre o dia a dia de Maricá, ficou surpresa com o privilégio concedido a uma equipe de reportagem de uma afiliada da Plim Plim, que participou do voo inaugural e teve espaço para fazer entrevistas exclusivas com os passageiros. Vendo o descontentamento dos jornalistas de Maricá, assessores de imprensa da CODEMAR e da Prefeitura diziam que iriam mandar para as redações as imagens. Neste caso, não havia a necessidade de ter enviado a pauta para a cobertura do evento. Esses “assessores” ao que tudo indica, não conhecem o princípio da “isonomia no serviço público”!


コメント


bottom of page