top of page

Maricá se prepara para uma possível segunda onda de coronavírus


O prefeito de Maricá, Fabiano Horta (PT), que se recupera da Covid-19 em casa, em total isolamento, usou as redes sociais há pouco, para desmentir um áudio alarmista. Ele não descarta uma nova onda da doença na cidade.

Horta continua trabalhando em casa (foto facebock)

“Terei uma reunião virtual agora tarde com o gabinete de crise. Vamos traçar uma estratégia para enfrentar uma possível segunda onda do coronavírus na cidade. Vamos instalar novamente uma tenda de atendimento no Distrito de Itaipuaçu. Estou medicado e mantendo o isolamento, mas continuo trabalhando e despachando”, acrescentou Fabiano Horta que foi reeleito para mais um mandato.

O prefeito de Maricá desmentiu um áudio que viraliza na internet dizendo que ele iria se internar no Hospital Municipal Che Guevara, que atende pacientes contaminados, como o ex-prefeito Washington Quaquá (PT) que está em tratamento desde o início da semana.

Fabiano Horta voltou a pedir para que a população mantenha o isolamento social, se tiver que sair de casa por algum motivo que respeite o distanciamento de pelo menos 1,5m, que lave constantemente as mãos com sabonete e use o álcool em gel, além de usar a máscara que é obrigatória.

O filho de Quaquá e da deputada estadual Rosangela Zeidan (PT), o vice-prefeito eleito Diego Zeidan (PT), também está com coronavírus e se mantém em isolamento em casa.

Maricá registra, até esta terça-feira (24), 4.561 casos confirmados e 145 óbitos por Covid. Estão curadas da doença 4.336 pessoas e há no momento 80 casos ativos, além de 34 óbitos em análise pela Secretaria de Estado de Saúde.

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro informa que registra, até esta terça-feira (24/11), 340.833 casos confirmados e 22.141 óbitos por coronavírus. Estão recuperadas da doença 313.028 pessoas.

bottom of page