Projeto Bike Orla aumenta segurança na orla do Peró

Única praia do interior fluminense com a Bandeira Azul (certificado internacional de qualidade), o Peró, em Cabo Frio, conta deste ontem (30/9) com o Projeto Bike Orla, através do qual o patrulhamento ostensivo da zona turístico será feito por agentes de bicicleta e com apoio de outros dois guardas municipais que vão atuar em motocicletas. Os ciclistas vão contar ainda com o apoio, para casos de emergência, com os guardas que vão trabalhar em veículos operacionais e com as Rondas Ostensivas Municipais (ROMU), estas para ações táticas.

Os ciclistas vão patrulhar somente a zona turística, no trecho certificado com a Bandeira Azul, que compreende a Avenida dos Namorados (onde está proibido o tráfego de veículos) e a Avenida Drasio Solon Ribeiro (antiga Badejos). Nesta área ficam os principais hotéis do Peró. As motos, viaturas operacionais e a ROMU ficarão baseadas na cabine operacional que foi reativada na Praça do Moinho. Os agentes farão o patrulhamento ostensivo da Gamboa até o Pontal do Peró, passando pela Ilha do Japonês, Praia das Conchas, Peró e Praia das Dunas.

 

-- O projeto é mais um ponto para o bairro do Peró, que passou a ser um destino internacional depois que recebeu a Bandeira Azul. É mais uma vitória do movimento comunitário, que há anos vem reivindicando este serviço. O importante agora é a manutenção, para que o esquema jamais sofra solução de continuidade – disse o Roberto Saci, hoteleiro e integrante do movimento Amigos do Peró.

 

Coordenador da Guarda Municipal, Jean Carlos comentou que são muito baixos os índices de criminalidade no Peró. Ele lembrou o depoimento do coronel Robrigo Ibiapina, comandante do 25º BPM, segundo o qual foram registrados apenas dois roubos no Peró de janeiro a agosto de 2020:

 

-- Apesar do baixo índice de criminalidade, a prevenção é importante para que este quadro seja mantido. Os moradores e turistas podem usar o telefone 153, da central da Guarda Municipal, ou então procurar a cabine da Praça do Moinho. Os plantonistas poderão acionar em poucos minutos os agentes que estão no patrulhamento das ruas e a Polícia Militar, com a qual trabalhamos em parceria – explicou Jean Carlos.

 

Morador do Peró há 30 anos, o corretor de imóveis Jorge Murilo disse que a orla já foi patrulhada por soldados da PM com bicicletas, que foram doadas pela comunidade:

 

-- Mas o serviço funcionou apenas na gestão do coronel Samir. Não podemos permitir que o novo serviço da Guarda Municipal tenha um fim. A iniciativa é muito boa, mas precisa ser permanente.

 

Neste sábado (03), os moradores do Peró se encontram com o novo chefe do Parque Estadual da Costa do Sol (PECS), Ranieri Ribeiro. Eles vão pedir mais atuação dos guarda-parques nos trechos da Praia do Peró que estão sob gestão do PECS e da APA do Pau-Brasil. Os moradores reclamam não só da ausência dos agentes do INEA, inclusive no Morro do Vigia, como também da polícia ambiental (UPAM). A Praia do Peró tem 7,2 kms, das Conchas ao Pontal. 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino