Retirados equipamentos de pesca irregular na Lagoa Araruama

Agentes da Guarda Ambiental de São Pedro da Aldeia estão dando apoio a uma grande operação de fiscalização na Lagoa Araruama. A ação, prevista para terminar nesta quinta-feira (01), tem como objetivo assegurar o cumprimento da lei do Defeso e garantir a segurança náutica, além de evitar a pesca predatória. As ações já passaram pelo Canal do Itajuru, em Cabo Frio, e na altura dos bairros Baixo Grande e Ponta do Ambrósio, em São Pedro da Aldeia. 

                                                                                                                                                                (fotos: divulgação/Guarda Ambiental PMSPA)

 

A operação conta com a participação da Capitania dos Portos, da Câmara Técnica de Pesca do Comitê de Bacia Hidrográfica Lagos São João, da 8ª Unidade de Policiamento Ambiental (Upam) e da guarda ambiental integrada da Lagoa, composta por agentes de Araruama, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia. 

 

Fiscalização 

 

De acordo com o comandante da Guarda Ambiental aldeense, Roselito Pereira, as ações de fiscalização visam a preservação da laguna e a segurança no trânsito das embarcações.

“Iniciamos essa operação por determinação da Procuradoria Federal para verificar todas as situações irregulares. Já retiramos cerca de 150 estacas do canal de navegação, para evitar acidentes, e os pescadores também estão sendo notificados para a retirada dos ganchos de pesca montados, sob o risco de perderem a concessão do uso do ponto”, destacou. 

 

As estacas removidas da laguna foram transportadas em caminhões e estão acauteladas na sede da Secretaria de Serviços Públicos, no bairro Balneário das Conchas, à disposição da Procuradoria Federal. 

Defeso

 

Até o dia 31 de outubro, todas as modalidades de pesca estão proibidas nas cidades banhadas pela laguna (Araruama, Iguaba Grande, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio e Arraial do Cabo). A proibição da pesca durante este período, o chamado Defeso, tem o objetivo de garantir a reprodução e crescimento das espécies nativas. Os pescadores que forem flagrados infringindo as regras podem sofrer penalidades como multa, detenção e até a perda de seus equipamentos de pesca. 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino