Eleição 2020: Jordy realiza evento em Niterói, fala de Rayol e não cita Deuler

Em um encontro que reuniu mais de 400 pessoas no salão do Clube Canto do Rio, 90% delas sem máscaras de proteção nem distanciamento mínimo, o deputado federal Carlos Jordy (PSL) declarou apoio aos pré-candidatos de seu partido que chamou de “verdadeiros bolsonaristas” e também do Podemos e do Partido Trabalhista Cristão (PTC), legendas que o parlamentar apoia, independentemente da orientação do PSL em Niterói. A expressão, repetida inúmeras vezes por Jordy e por outros correligionários que fizeram uso da palavra, faz alusão ao “racha” de seu partido no final do ano passado, quando o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) rompeu com a Executiva Nacional liderada por Luciano Bivar e saiu da legenda.

                                                 Deputado federal Carlos Jordy reuniu bolsonaristas em Niterói

 

Ainda devido ao rompimento interno do partido, o deputado niteroiense não mencionou em momento nenhum o pré-candidato a prefeito de Niterói por seu partido, o delegado da Polícia Federal Deuler da Rocha – em cuja convenção partidária, marcada para este sábado (12), deverá homologar o nome de seu vice na chapa, o empresário Alexandre Ceotto (Republicanos), anunciada publicamente na última quinta-feira. No entanto, fez deferência ao delegado de Polícia Federal Antonio Rayol, prefeitável pelo Podemos, mas cuja candidatura está ameaçada pela decisão judicial emitida na quinta-feira pela 6ª Vara Cível (Barra da Tijuca) devolvendo o diretório municipal desse último partido à presidência de Aldemar Furtado, que já declarou que não lançará chapa majoritária.

                                                Deputado federal Eduardo Bolsonaro falou da "Aliança Pelo Brasil"

 

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) também esteve presente, bem como outros deputados federais e estaduais do Podemos e do PTC, união de forças à qual chama de Aliança Pelo Brasil . Pelo menos 100 convidados eram pré-candidatos – só em Niterói, serão 64, sendo 32 pelo Podemos e 32 pelo PTC. Compuseram a mesa também os deputados federais Marcio Labre e Major Fabiana e os deputados estaduais Dr. Serginho, Alana Passos, Marcio Gualberto, Filippe Poubel e Anderson Moraes, todos do PSL, além da mãe de Eduardo, Rogéria Bolsonaro, ex-mulher do presidente da República.

 

“Sou grato e leal à família Bolsonaro por ter me apoiado quando eu não era conhecido e nem tinha recursos financeiros para disputar uma eleição. Mesmo já tendo sido traídos por colegas de partido, ainda assim abriram os braços para mim. Se hoje estou nesta posição, devo à confiança deles. E é isso que vim fazer aqui: oferecer a vocês, pré-candidatos, o apoio e a confiança que um dia recebi”, exclamou Jordy. “Amo o que faço, e o retorno carinhoso do público é meu combustível para seguir adiante”, completou.

                                                          Multidão sem máscara e distanciamento social

 

Os discursos inflamados no palco reforçavam o direcionamento conservador e cristão como natureza humana e não ideologia, e puxavam com frequência o coro “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos” da plateia, que também gritou “Fora Witzel” repetidamente em outros momentos.

Eduardo Bolsonaro criticou ferrenhamente as políticas de esquerda e os antecessores do seu pai no poder.

 

“O PT institucionalizou a corrupção como maneira de fazer política e fez o povo ‘se acostumar’ a ouvir as notícias de escândalos bilionários. E o STF, que por vezes prende conservadores, acabava não sendo tão rigoroso com a esquerda. O socialismo é mais movimento do que ideologia. Apregoam uma sociedade igualitária, mas não há como gerar riqueza do nada e depois distribuí-la para as classes mais humildes. Como não conseguem elevar as classes inferiores para um nível de vida mais confortável, eles fazem o contrário: taxam as classes acima ou repartem a força com estatizações ou expropriações e colocam todo mundo na pobreza. Enquanto os esquerdistas querem um mundo perfeito, nós pregamos a meritocracia”, disparou ele. (fonte A Tribuna)

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino