Lixo continua acumulado em Itaipuaçu e Prefeitura justifica o problema sanitário

O maior distrito de Maricá, Itaipuaçu, vem sofrendo nos últimos 30 dias com a coleta irregular do lixo residencial e comercial. A situação ficou mais crítica agora no feriadão de 7 de Setembro quando Itaipuaçu foi invadida por turistas que não respeitam os protocolos de combate ao coronavírus e muito menos o de higiene ao deixar o lixo em qualquer lugar. A Prefeitura de Maricá diz que está tomando providências para resolver este problema de saúde pública.

                                                                                                                                                                                                    (fotos Agência GBNEWS)

 

“A Prefeitura de Maricá informa que detectou uma falha na coleta de lixo na rota percorrida pelos caminhões na última segunda-feira (07/09). Imediatamente, a fiscalização da Autarquia Serviços e Obras de Maricá (Somar), responsável pelo controle do serviço prestado pela empresa contratada para a coleta entrou em ação, para que a falha fosse explicada e sanada no menor prazo possível. 

 

O acúmulo de lixo se deu também pela coincidência da data com o feriado, quando a cidade estava mais cheia. O imprevisto, segundo a Diretoria de Coleta de Resíduos e Varrição da Somar, causou impacto maior porque a coleta anterior na rota desses dias havia sido feita na sexta-feira (04/09). As rotas de terça, quinta e sábado não foram afetadas, já que a coleta foi feita sábado (05/09) e está sendo feita normalmente nesta terça-feira (08/09). 

 

A Prefeitura informa, ainda, que o serviço encontra-se regularmente contratado junto à empresa, em plena execução, nos moldes do contrato de n° 120/2020, assinado em 01 de julho de 2020, com vigência estabelecida até o dia 28 de dezembro de 2020. As eventuais falhas no serviço já estão sendo analisadas dentro de processo administrativo aberto para esta apuração. Independentemente dessa tramitação, a coleta já está sendo regularizada como prevê o contrato”.

 

Apesar das providências que a prefeitura diz estar tomando, o lixo continua acumulado nas principais vias de Itaipuaçu, que tem uma população estimada em 40 mil habitantes, condomínio Minha Casa Minha Vida com 1.600 famílias e centenas de casas de veranistas e de aluguel para temporada no bairro Jardim Atlântico, o maior loteamento urbano da América Latina.

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino